Quem é que não gostaria de aproveitar mais a vida? Quem é que não gostaria de ter tempo para poder fazer tudo aquilo que gosta e dá prazer?

Vivemos numa época paradoxal: de um lado, temos cada vez mais recursos tecnológicos, acesso à informação, aplicativos, facilidades, conectividade, mobilidade, eletrodomésticos… tudo prometendo poupar tempo ou fazer o trabalho por nós. Por outro lado, a dura realidade é que parece que temos cada vez menos tempo para encontrarmos aquele amigo que não vemos há meses, para fazermos aquela viagem que tanto sonhamos, para ler aquele livro que ganhamos no aniversário passado e que continua intocado, ou, simplesmente, para ficarmos em casa curtindo a família. Além disso, percebemos uma insatisfação crescente em nossa sociedade, e males como o estresse, a ansiedade e a depressão atingem cada vez mais pessoas.

Onde foi que erramos? Por que é que, mesmo com toda a tecnologia de que dispomos hoje, não conseguimos aproveitar tudo que a vida tem a nos oferecer? A resposta a essas perguntas é simples de ser entendida, mas não tão simples assim de ser aplicada. Tudo se deve ao uso racional do tempo.
O tempo é um recurso valiosíssimo e escasso. Arrisco a dizer que é mais escasso do que o dinheiro, embora às vezes seja difícil fazer uma comparação direta. Reparo que a maior parte das insatisfações que as pessoas têm não vem da falta de dinheiro, mas sim, da falta de tempo. Entretanto, a “falta de tempo” é uma mentira, e eu vou explicar por quê.

A maior parte de nós viverá por várias décadas (a expectativa de vida do brasileiro é de aproximadamente 76 anos, segundo dados de 2016) e, a cada ano, nós temos 365 dias, cada um com 24 horas de duração. Isso é muito tempo! Dá para fazer coisas inimagináveis num horizonte de tempo tão longo. Repare que o problema, então, não é a falta de tempo, mas o que fazemos com o tempo que temos. O X da questão chama-se gestão do tempo.

Esta foi a parte da resposta simples de ser entendida. Vamos agora para a parte mais delicada: como eu faço uma boa gestão do meu tempo? Bem, a verdade é que não se aprende a gerenciar o tempo do dia para a noite. Por hora, eu gostaria de te instigar com um raciocínio rápido, fazendo um paralelo com o uso do tempo.

Você considera a bebida alcoólica uma dádiva ou uma praga? Por um lado é ótimo saborear uma boa cerveja ou um bom vinho, mas tem que ter educação para fazer isso de forma apropriada. Para quem não tem essa educação, o álcool pode se tornar um inimigo, trazendo a dependência e até a morte. E o sucesso e o dinheiro, são sempre bons? Na verdade, é ótimo ter reconhecimento e ter recursos financeiros para desfrutar de alguns prazeres que os bens materiais e alguns confortos podem trazer. Entretanto, a fama e a fortuna podem trazer a ruína para aqueles que não estão preparados para lidar com isso. O mesmo acontece com a tecnologia: é necessário educação para poder desfrutar dos recursos tecnológicos de forma apropriada. Caso contrário, o mundo moderno pode acabar com a nossa qualidade de vida.

O curioso dessa história é que nossos pais e a escola costumam nos dar alguma educação sobre várias coisas além das disciplinas básicas: etiqueta, caráter, respeito, civismo, como lidar com a bebida e alguma base sobre educação financeira (embora esta última ainda seja pouco estudada no Brasil). Por outro lado, quase não se fala sobre educação para o uso do tempo. Já reparou nisso? No mundo empresarial é muito comum falar sobre ser produtivo, mas, quem é que já te ensinou a ser produtivo? Na escola e nas universidades os professores sempre falam sobre os prazos, mas, quem é que te ensina a otimizar seus recursos para cumprir os prazos? Não me admira que estejamos num estágio tão primitivo sobre o uso do tempo: dominar esse assunto é crucial para uma vida plena, mas simplesmente não é divulgado ou ensinado… na verdade, a maior parte das pessoas nem sabe que ele existe!

Esse blog tem por objetivo ajudá-lo nessa jornada extremamente libertadora de aprendizado contínuo sobre o uso do tempo. Nos próximos posts, você vai encontrar uma série de textos e vídeos que vão auxiliá-lo a fazer uma boa gestão do seu tempo, aumentando sua qualidade de vida e lhe proporcionando uma vida repleta de conquistas, satisfações e felicidades. Até lá!

Marcus Oliveira

https://www.tribunapr.com.br/noticias/curitiba-regiao/novo-blog-da-tribuna-traz-dicas-para-voce-aproveitar-mais-o-tempo/