Você conhece alguém que fez atividade física ou dieta e não emagreceu? Ou emagreceu e recuperou todo peso?

O que acontece é que a grande maioria das pessoas faz apenas dieta e/ou atividade física, por acreditar que o processo de perda de peso só depende destes dois fatores. Porém o processo de emagrecimento é multifatorial, nós temos que pensar no ambiente complexo em que nossa vida ocorre.

Um estudo da Universidade Americana da Carolina do Leste colocou uma série de fatores que influenciam a perda de peso, sendo estes inter-relacionados e dinâmicos. Estes fatores são: composição corporal, composição da dieta, fatores econômicos, medicamento, genética, hormônios, taxa metabólica, atividade física, práticas culturais, saciedade, idade, crenças entre outros.

Para simplificar eu criei uma metodologia e dividi o emagrecimento em quatro pilares de sustentação: alimentação, exercício físico, mentalidade e comunidade.

A alimentação, uma das bases principais para o emagrecimento, deve ser saudável, equilibrada, que se encaixe dentro da rotina e sabores pessoais.

O exercício físico é uma programação de treinamento de acordo com as necessidades, individualidade e grau de treinamento de cada pessoa.

A mentalidade também necessita ser treinada, é necessário criar estímulos motivacionais através de estratégias e metas para alcançar o resultado desejado.

A comunidade é uma rede de influência, formada por um grupo de pessoas, onde todos possuem objetivos em comum, e assim podem se auxiliar a ultrapassar os obstáculos mais difíceis com apoio, empatia e senso de comprometimento.

Agora, na próxima vez que for buscar o corpo dos sonhos lembre-se que para um programa de emagrecimento eficaz o que realmente fará a diferença é o planejamento da atividade física individualizada, suporte com dieta adequada, uma mente magra e focada e um grupo que te dê apoio e suporte.

Nas próximas semanas estarei explorando cada pilar e como ele influencia no emagrecimento.
Abração e até a próxima semana.