Um cara de poucas palavras, mas de muita movimentação e técnica no octógono. Esse é o paranaense Rogério Bontorin, que vai para a sua terceira luta no UFC neste sábado, a partir das 19h (horário de Brasília), em Rio Rancho, nos Estados Unidos.

O peso-mosca de Adrianópolis, que defende a Gile Ribeiro, de Curitiba, enfrenta o americano Ray Borg. Até o momento, o paraense defende um cartel invicto no Ultimate, com dois triunfos.

View this post on Instagram

#ufcfightnight #ufcriorancho 🙏

A post shared by Rogerio Bontorin (@rogeriobontorin) on

Acostumado a lutar na categoria de cima, Bontorin optou por iniciar a sua caminhada no UFC entre os moscas, o que tem feito do cara um verdadeiro guerreiro para conseguir bater o peso de até 57 kg.

“Por enquanto eu vou ficar nesta categoria, pois está funcionando bem. Quando meu corpo não aguentar mais, eu pretendo subir novamente”, disse o atleta da Gile Ribeiro, em entrevista ao site MMA Fighting.

Ao portal americano, o paranaense revelou que não come desde segunda-feira e faz dois treinos por dia para reduzir o peso. Já no início da tarde desta sexta-feira, Bontorin conseguiu alcançar o seu objetivo, bateu o peso da categoria e teve a luta contra Ray Borg confirmada.

“Ele bateu o peso bem, tranquilo, está saudável. Já está se hidratando e 100% para a luta”, garantiu o treinador Gile Ribeiro, em entrevista exclusiva à Tribuna. O técnico rechaçou a reportagem do site americano e destacou que Bontorin fez uma dieta mais rigorosa, à base apenas de salada e peixe.

+ Mais do UFC:

+ UFC Brasília: Confira todas as informações sobre ingressos
+ UFC Oklahoma vai contar com clássico entre brasileiras
+ Veterano do UFC, brasileiro cai no doping e pega dois anos de suspensão