Os meses de maio, junho e julho são fundamentais para as pretensões brasileiras dentro do UFC. No último dia 11, a paranaense Jessica Bate-Estaca já fez a sua parte e saiu com o cinturão peso-palha feminino ao bater a americana Rose Namajunas, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro.

Marlon Moraes vive um grande momento no UFC.

Agora, o próximo brasileiro a entrar no octógono pela disputa de um cinturão é o carioca Marlon Moraes. No dia 8 de junho, o peso-galo enfrenta o americano Henry Cejudo, atual campeão peso-mosca e que faz a sua segunda luta na categoria de cima.

O título dos galos ficou vago desde a suspensão do americano TJ Dillashaw. Marlon Moraes, 31 anos, vem de quatro vitórias consecutivas, sendo duas por nocaute e uma por finalização. A luta contra Cejudo é válida pelo UFC 238 e acontece em Chicago, nos Estados Unidos.

Já no próximo dia 6 de julho, em confronto válido pelo UFC 239, em Las Vegas, também nos Estados Unidos, será a vez do carioca Thiago Marreta enfrentar o temido Jon Jones pelo cinturão meio-pesado. O brasileiro vem de quatro triunfos, sendo três por nocaute.

Amanda Nunes tem massacrado suas rivais.

No mesmo card, a baiana Amanda Nunes defende o cinturão peso-galo contra a ex-campeã Holly Holm. A Leoa não perde há oito lutas e chocou o mundo ao vencer a curitibana Cris Cyborg com extrema facilidade. O triunfo lhe rendeu também o cinturão peso-pena.

Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Instagram Compartilhe no Twitter Compartilhe a Tribuna