Em uma luta muito equilibrada, o americano Jon Jones seguiu como campeão meio-pesado do UFC. Ao final de cinco rounds, o gringo venceu o carioca Thiago Marreta, na madrugada deste domingo, na decisão dividida dos árbitros, pelo UFC 239.

O primeiro round foi de muito estudo e pouca ação. Os principais movimentos foram do carioca Thiago Marreta. Em um chute no início, o brasileiro chegou a desequilibrar o americano.

No assalto seguinte, o carioca sentiu a perna direita ao tentar um chute baixo. A lesão, porém, não parecia ter abalado a confiança de Marreta que seguiu muito bem no octógono e tendo os melhores golpes novamente.

Como esperado, no terceiro assalto Jon Jones cresceu. Em uma cotovelada, o americano levou Marreta ao solo. Mas, o brasileiro se recuperou bem. Logo depois, Jones arriscou uma joelhada voadora e quase acabou com a parada ali mesmo.

O penúltimo round foi mais equilibrado. Sem grandes emoções, o duelo caiu de produção. Marreta voltou a tentar os chutes baixos e parecia estar sentindo dificuldades para se movimentar.

No último assalto, Marreta estava bem desconfortável para se manter em pé. Porém, o brasileiro mostrava muito coração e raça. O carioca chegou a tentar mais alguns chutes, enquanto Jones pouco agia. O equilíbrio ditou o ritmo durante todo o combate.