A curitibana Cris Cyborg venceu a australiana Arlene Blencowe, na madrugada desta sexta-feira (16), pelo Bellator 249, e manteve o cinturão peso-pena feminino da organização. Confira todos os detalhes da luta abaixo.

Cris Cyborg vinha de estreia com o pé direito

A estreia da curitibana Cris Cyborg no Bellator aconteceu em janeiro deste ano. Na ocasião, a atleta da Chute Boxe já disputou o cinturão peso-pena da organização contra a canadense Julia Budd.

>> Tudo sobre MMA, UFC e Bellator

Como marca característica de sua carreira, a brasileira conquistou um nocaute técnico no quarto round e ficou com o título da categoria, sendo campeã de quatro grandes eventos de MMA: Strikeforce, Invicta, UFC e Bellator.

Australiana também vinha em bom momento

A adversária da vez de Cris Cyborg era a australiana Arlene Blencowe, que também vinha de um bom momento na organização. Com 37 anos, a gringa havia superado seis adversárias nas últimas sete lutas, sendo quatro por nocaute.

Cris Cyborg x Arlene Blencowe: A luta

O duelo começou com a curitibana conseguindo uma boa sequência de golpes em pé. Cris levou a rival para a grade e passou a atuar no clinch. Ao conseguir a queda, a brasileira dominou no solo e quase finalizou a australiana.

No segundo assalto, a curitibana partiu pra trocação e conseguiu bambear a australiana. Aproveitando a situação, Cris levou a luta para o solo mais uma vez e castigou a rival. Em uma brecha, a lutadora da Chute Boxe aproveitou, aplicou o mata-leão e comemorou a vitória.

Foi o primeiro triunfo por finalização da curitibana, que acumula um cartel de 23 vitórias e apenas duas derrotas na carreira.