Enquanto se recupera de uma cirurgia, Anderson Silva aguarda uma definição de seu futuro junto ao UFC. O Spider possui apenas mais duas lutas em contrato e os próximos passos têm sido uma verdadeira incógnita para o presidente Dana White.

Em entrevista recente, o chefão do Ultimate já declarou que não sabe o que fazer com o curitibano – mais uma das nossas estrelas da Chute Boxe. Ex-campeão dos médios, Silva foi, sem dúvidas, o principal nome brasileiro dentro do maior evento de MMA do mundo.

Porém, o seu ciclo está mesmo perto de um final – e que seja feliz, pois está bem difícil para o Spider. Restam dois confrontos derradeiros e não faz nenhum sentido o UFC casar um duelo contra algum atleta ranqueado ou que acabe influenciando na lista dos melhores da organização.

Anderson Silva até fez um desafio ao irlandês Conor McGregor, que anunciou a sua aposentadoria. Com isso, o Notorious já foi riscado da lista. Mas, três nomes sugeridos pelo eterno rival Chael Sonnen fazem algum sentido em confrontos que seriam atrativos aos fãs.

O primeiro deles seria contra Nick Diaz. Os dois já se enfrentaram em 2015 e a luta ficou sem resultado por conta do doping do Spider. Além dele, o seu irmão, Nate Diaz, também é um nome de peso para o brasileiro. Pra fechar, por que não enfrentar um ex-campeão que também está em baixa. É o caso do americano Robbie Lawler, que não sabe o que é vitória há três lutas.