• Ingredientes:
    300g de massa tipo Mafalda corta (encontrada como opção sem glúten italiana)
    1L de água fervente com 1 colher de sopa de óleo e 1 colher de sobremesa de sal
    1 pote pequeno de queijo cottage ou quark
    3 colheres de sopa de azeite de oliva
    2 colheres de sopa cheias de cebolinha francesa picada
    1 dente de alho bem picadinho
    Nozes trituradas para finalizar
  • Modo de preparar:
    Cozinhar a massa al dente em água fervente com óleo e sal.
    Enquanto isso, refogar no azeite de oliva o dente de alho até mudar ligeiramente de cor. Abaixar o fogo, acrescentar o queijo para aquecer e virar um creme. Se necessário adicionar um pouco de creme de leite light desligar o fogo e misturar com a cebolinha verde.
    Escorrer a massa, e misturar com o creme verde, polvilhar nozes trituradas no liquidificador e servir quente.

Embora deva confessar que não tenho muito paciência para garimpos em supermercados, passeando por um há pouco tempo, percebi um pacote de massa italiana com um formato não muito conhecido de nós brasileiros e com nome de mulher “Mafalda corta” ou seja, Mafalda curta.

Pois bem, além do formato diferente e interessante, ainda por cima não continha glúten para os intolerantes. Para esta massa proponho o consumo com um molho verde cremoso e protéico embora seja proteína proveniente do leite por não ser comum uma pessoa intolerante ao glúten e à lactose (açúcar do leite).

O verde pode vir de folhas do espinafre cozidas e cortadas finamente e misturadas ao queijo utilizado, o cottage ou quark, ou na proposta da receita onde o queijo foi temperado com alho finamente picado, dourado em azeite de oliva e adicionado de deliciosa cebolinha francesa picada.

Lembro que se não encontrar a cebolinha francesa pode ser a comum ou mesmo a salsinha finamente picadas. Na finalização da massa foram utilizadas nozes picadas ou trituradas ao invés de queijo parmesão, que pode ser utilizado por aquele que tenha alergia às oleaginosas, o que não é incomum, e não ao leite.