Diversos legados culturais e científicos originados das civilizações antigas ainda fazem sucesso e são cada vez mais praticados nos dias de hoje. Esse é o caso do TuiNa, um dos métodos de tratamento da medicina tradicional chinesa.

O método consiste em uma massagem manual terapêutica realizada para harmonizar a energia essencial do corpo. Os conceitos e peculiaridades do TuiNa serão analisados e praticados de 26 a 29 de setembro no curso ofertado pelo Colégio Brasileiro de Estudo Sistêmicos (CBES), de Curitiba (PR). O curso será ministrado por Claudio Lopes, mestre em educação e especialista em medicina tradicional chinesa pela Universidade de Havana (Cuba).

Tradição milenar

Segundo a medicina tradicional chinesa, que tem como base os cinco elementos (água, fogo, terra, madeira e metal), a energia essencial do corpo é controlada pela teoria do yin-yang que sustenta que todo fenômeno ou coisa no universo conserva aspectos opostos que se encontram em contradição e interdependência.

Na medicina chinesa, a relação entre yin e yang, além de servir como guia de diagnóstico e tratamento clínico, explica a fisiologia e patologia do corpo humano. Dessa forma, podem ocorrer situações em que há desequilíbrio na relação, havendo o predomínio de um dos princípios. Este fator é que causa as doenças. “Por ter como base os fundamentos a escola do yin e yang, uma dança de polaridades que acompanha as mudanças no organismo humano quando estas se apresentam, a medicina tradicional chinesa é um sucesso que vem se transformando e se adaptando aos novos conceitos sem perder a sua essência”, explica o professor Claudio Lopes.

Para ele, o TuiNa é uma técnica que pode ser usada em diversas patologias, podendo servir de mais uma ferramenta de trabalho para o fisioterapeuta no alívio da dor. Para quem aprecia a milenar medicina chinesa e quer reciclar seus conhecimentos, o curso de TuiNa é uma ótima dica.

Serviço: Informações sobre a programação, horários e currículo do docente, podem ser obtidas no próprio site do CBES

http://www.cbesaude.com.br ou pelo fone (41) 225-6670.