O Hospital de Transplantes do Estado de São Paulo Dr. Euryclides de Jesus Zerbini está preparado para realizar neste ano 96 transplantes, 77% a mais do que os 54 procedimentos feitos em 2011. Para poder aumentar sua capacidade de atendimento, a instituição ganhou mais duas clínicas especializadas em doenças onco-hematológicas – no total, são oito. Hoje, a enfermaria da unidade já é a maior especializada em hematologia da rede pública estadual.

Além de atender a demanda da capital, o Hospital de Transplantes recebe gente do País todo. Mais de 30% dos casos atendidos na instituição vêm de outros Estados, sobretudo de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia. Um desses pacientes é o carioca Caio César Pedrosa Souza, de apenas 3 anos, que recebeu a medula óssea doada por seu irmão, de 12 anos. Em seu Estado de origem, a espera pelo procedimento poderia chegar a cinco meses. Por aqui, em pouco mais de uma semana o garoto estava transplantado.

São Paulo tem um papel primordial nos transplantes de medula feitos no País. O Estado é responsável por cerca de um quarto de todos os transplantes de medula feitos no Brasil. Em 2010, por exemplo, São Paulo realizou 417 dos 1.695 procedimentos registrados em âmbito nacional. As informações são do Jornal da Tarde.

AE