A Semana de Amamentação, que termina nesta sexta-feira (04), está sendo um sucesso. Aberta na última segunda-feira (31), a tenda armada na Boca Maldita, no centro de Curitiba, está recebendo um público maior que nos anos anteriores, além de alunos de escolas de enfermagem e das universidades Tuiuti e PUC-PR. As atividades da Semana Mundial de Amamentação acontecem das 9h às 16h30.

"Ainda não contabilizamos os números, mas percebemos que estamos trabalhando em dobro", comenta a coordenadora do Programa de Incentivo ao Aleitamento Materno (Proama), Claudete Closs. Neste ano, o tema principal da semana é a norma brasileira que regula a publicidade e a venda de produtos destinados à alimentação infantil (NBCAL).

As ações de orientação e informação sobre as vantagens da amamentação acontecem em Curitiba desde 1991 e esta é a primeira vez que a semana de amamentação na cidade coincide com a semana mundial. "É uma mobilização mundial para reforçar a importância da amamentação. O simples ato de amamentar reduz de forma significativa a mortalidade infantil", comenta Claudete.

Controle

Pela lei, nenhum produto comercializado para crianças de até dois anos pode induzir à substituição do leite materno. A norma, com supervisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), foi aprovada em janeiro deste ano e é considerada por especialistas como a lei mais eficiente em vigência.

Na tenda da amamentação estão de plantão médicos, psicólogos, nutricionistas e auxiliares de enfermagem para orientar sobre a norma. "As embalagens não podem ter imagens de crianças ou outros desenhos que induzam os pais a acreditarem que aquele conteúdo pode ser melhor que o leite materno", explica Claudete Closs.

A lei determina também que supermercados e farmácias devem manter placas informativas, principalmente nos espaços de venda de leite em pó, avisando que aquele leite não é recomendado para crianças de até dois anos, salvo sob prescrição médica ou nutricional.

Dentistas explicam as conseqüências do uso de chupetas e bicos de mamadeiras, principalmente na deformação do palato (céu da boca).

O Proama atende na Unidade de Saúde Mãe Curitibana, na rua Jaime Reis, 331, São Francisco. Orientação sobre amamentação também pode ser feita pelo telefone 3321.3229 ou pelo celular 9951-3987, que atende 24 horas.