Roma – Um estudo realizado pelo Joslin Diabetes Centre, de Boston, nos Estados Unidos, demonstrou um aumento no número de mortes e de complicações nos rins e nos pés entre mulheres diabéticas que, com medo de engordar, reduzem a dose de insulina que precisa ser injetada em seu organismo.

A pesquisa foi feita com 234 mulheres com diabete de tipo 1. "O medo da hipoglicemia e do aumento de peso fazem com que as mulheres diabéticas reduzam as doses prescritas de insulina. Mas injetar uma dose menor que a prevista, pode diminuir em dez anos o tempo de vida dessas mulheres", afirmou o estudo.

Na pesquisa, 30% das mulheres declararam que tomavam uma dose de insulina inferior à prescrita. Além disso, muitas delas revelaram que apresentavam algum distúrbio alimentar.