Uma moça quase morreu por causa de um uso inadequado de absorvente interno. Emily Pankhurst, de 20 anos, estudante da Universidade de Canterbury (Inglaterra) teve que ser internada em um CTI de hospital de Kent após esquecer por nove dias um absorvente dentro dela.

Ela ficou três dias em tratamento intensivo até ser afastado o risco de morte. Ela teve a chamada Síndrome do Choque Tóxico, uma doença grave que pode levar à morte. Ela é causada por toxinas produzidas pela bactéria Staphylococcus aureus.

Emily contou que quando finalmente se deu conta de que esquecera de retirar o tampão, ele estava totalmente preto e infestado de bactérias. “Tirando a cordinha, ninguém poderia dizer do que se tratava”, comentou.

Logo depois, ela começou a passar mal: a fala ficou confusa e a pele começou a ficar manchada. “Passei a sentir tontura e fui levada de emergência a um hospital. Na ambulância, eu exibia todos os sintomas da sepse (septicemia)”, relatou a universitária.

Graças ao atendimento rápido, os médicos do Maidstone Hospital conseguiram salvar a garota. Ela foi submetida a um verdadeiro bombardeio com 12 tipos diferentes de antibióticos. Emly disse que sentiu muita dor, mas já está recuperada e retornou às suas atividades normais.