Os benefícios “milagrosos” da pílula Viagra parecem não ter limites e agora um médico francês experimentou suas propriedades para combater o “mal de altura”, que afeta com freqüência os alpinistas. O doutor Jean-Paul Richalet, especializado em terapias contra esse mal, realizou um experimento com o célebre medicamento no laboratório Vallot, situado bem perto do Monte Branco, a 4.350 metros de altura.

Doze alpinistas jovens e robustos, segundo o jornal “Le Monde” serviram de “cobaia” para a experiência. Os esportistas foram levados, de improviso, a mais de 4 mil metros de altura e sofreram, sem exceções, o “mal de altura”: dor de cabeça, insônia, náusea e falta de apetite. Esses sintomas, ligados à falta de oxigênio, são geralmente benignos, mas em alguns casos podem derivar em um edema pulmonar. À metade dos alpinistas aos quais Richalet subministrou o Viagra os sintomas desapareceram, aparentemente pela melhora na circulação sanguínea.

Os resultados do experimento foram considerados “promissores”, mas, segundo o médico, ainda são necessários estudos mais amplos apra usar o Viagra para tratar o “mal de altura”.