O reconhecimento da população lésbica e bissexual como sujeito de direitos a cuidados diferenciados em saúde estimula, mundialmente, a busca pelas particularidades no atendimento médico dessas mulheres. Em atenção a essa proposta, o Ministério da Saúde, por meio da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher, lança o livreto Chegou a hora de cuidar da saúde, com informações básicas para esse público. A iniciativa é resultado da parceria entre a área técnica de saúde da mulher e os Programas Nacionais de Hepatites Virais e DST/Aids.

O material abrange temas como direitos humanos (legislação brasileira, violência e discriminação), saúde (alimentação, anticoncepção de emergência, consumo de drogas e menopausa) e sexualidade. A primeira tiragem do livreto, de dez mil exemplares, será distribuída às organizações não-governamentais que trabalhem em prol dessas mulheres.