Distúrbios alimentares em cena na juventude

Mais uma vez o distúrbio alimentar torna-se destaque nas telinhas globais. Na novela Malhação, Duda, personagem de Nathalie Jourdan, está obcecada por manter as formas e seguir na carreira de modelo, tendo que perder peso seguindo uma dieta rigorosa, sem acompanhamento médico, e até mesmo forçando vômitos para eliminar o excesso de alimento.

Infelizmente os transtornos alimentares, como a anorexia e a bulimia, estão cada vez mais presentes na adolescência.

Trata-se de doenças muito sérias, que merecem mais atenção de pais, amigos e familiares.

A psicanalista Joana de Vilhena Novaes acredita que a cultura atual estimula todos os tipos de compulsão, pois a sociedade de consumo é focada no excesso.

Para ela, a atual sociedade é bulímica uma vez que incita o sujeito a consumir descompensadamente.”Mas é paradoxalmente anoréxica já que a regulação social é extrema e o padrão estético vigente é do corpo seco, 0% de gordura”, comenta.

* Para entender: os transtornos alimentares se caracterizam pela distorção da imagem que os pacientes têm sobre si mesmos, uma compulsão sem controle racional sobre o que está fazendo.

* Para tratar: o tratamento é multidisciplinar – acompanhamento psiquiátrico (uso de anti-depressivos), psicológico, terapêutico e nutricional.

* Anorexia: busca implacável pela magreza que leva a pessoa a recorrer de estratégias para perder peso como, por exemplo, comer apenas biscoito água e sal ou só ingerir líquido.

* Bulimia: não há perda de peso. As pessoas ingerem grande quantidade de alimentos e depois utilizam métodos compensatórios, como vômitos auto-induzidos, uso de laxantes e prática exagerada de exercícios.

Voltar ao topo