Setembro é uma boa época para se visitar a República Tcheca. É que o período é de vindima e o país promove uma série de festas nas zonas produtoras. Paisagens salpicadas por vinhedos e monumentos históricos que convidam o visitante a percorrer a Moravia do Sul, maior região vinícola do país, especialmente suas principais cidades produtoras, Znojmo e Mikulov.

Os festejos serão de 11 a 13 de setembro e vão permitir aos amantes do vinho participar de ambas as festas, já que as cidades estão a menos de uma hora de viagem.

Em Znojmo haverá, como sempre, desfiles históricos, à tarde e à noite, além de shows de música. Mikulov, que fica quase na fronteira com a Áustria, oferecerá aos visitantes três dias de degustação de vinhos e mosto, o chamado “burcák”.

Lá também o folclore será valorizado em apresentações que acontecem, principalmente na praça e anfiteatro e no parque do Palácio de Mikulov. Já na antiga cidade real de Uherské Hradiste? a festa da vindima será nos dias 12 e 13 de setembro.

Perto de Praga

Em Karlstejn, o castelo mais visitado da República Tcheca, distante apenas 35 quilômetros de Praga, a Festa da Vindima, bastante popular será nos dias 26 e 27 de setembro.

Durante dois dias será possível degustar os vinhos de vinhedos locais. Para a ambientação medieval,o castelo terá iluminação por tochas e apresentações de malabaristas, faquires e dançarinos. M?lník terá sua Festa da Vindima de 18 a 20 de setembro, com a “presença” do imperador Carlos IV e seu séquito real e a oportunidade para degustar vinhos em adegas históricas do século XIV.

O vinho tcheco

O vinho tcheco vem se destacando e até recebendo prêmios internacionais. Ele é produzido especialmente nas regiões da Moravia e Boêmia, com predominância dos brancos.

A tradição na produção de vinhos, no país, remonta aos celtas e, no século III, legionários romanos teriam plantado vinhas na região. Mais informações: www.wineofczechrepublic.cz.