Parque Mini Mundo:
passaporte para um mundo mágico.

Visitar um parque de miniaturas, onde tudo é cópia da vida real encanta e atiça o imaginário e a curiosidade de crianças e adultos. Talvez seja a possibilidade de viver em um mundo mágico, pelo menos, por alguns instantes, o motivo do grande sucesso do Mini Mundo, parque situado em Gramado, na Serra Gaúcha, e um dos principais pontos de visitação do Rio Grande do Sul.

Com a chegada do verão, o hotel Ritta Höppner, onde o parque está situado, ganha ainda mais charme. O hotel fica em um jardim de 6 mil metros quadrados, onde estão distribuídas estátuas do imaginário infantil. Construídos no conceito de chalés, os apartamentos apresentam nas paredes externas pinturas de personagens de histórias e lendas.

A tradição marca os diferenciais do hotel do Mini Mundo, que iniciou as atividades no ano de 1958. Ritta Höppner, que deu nome ao hotel, criou um conceito diferente de hospedagem. Os apartamentos são identificados por nomes de personagens de clássicos da literatura infantil, que inspiram a decoração que prima pelo conforto, passando a sensação de aconchego e carinho. Em cada apartamento há uma piscina térmica, para o casal ou a família terem privacidade em seu lazer, todo um sistema de ar condicionado com controle de temperatura e, também, calefação para os dias mais frios da Serra Gaúcha. Na área externa, apresenta duas piscinas para uso coletivo.

A forte influência da descendência alemã e as atividades no Parque Mini Mundo, também de propriedade da família Höppner, fazem com que o hotel seja um passaporte para um mundo mágico e de sentimentos, onde os objetos e pessoas ganham identidade.

Estilo bávaro

O hotel Ritta Höppner foi pioneiro em Gramado no estilo de casa bávara, que lembra os Alpes alemães e suíços. Um deles apresenta a pintura do Limpador de Chaminé (da antiga lenda alemã), em estilo bávaro. Outro é uma reprodução de um prédio da Áustria que caracteriza-se pelos detalhes feitos manualmente em madeira, com destaque para o oitão. Outro ainda, também em estilo bávaro, diferencia-se pela beleza e o colorido das pinturas típicas nas janelas e no telhado. O chalé suíço destaca-se pelas rendas em madeira, desenvolvido manualmente durante seis meses pelos proprietários do hotel. O prédio da Oficina Mini Mundo, também no ambiente do hotel, é uma cópia da região de Königsee com pintura da capela de St. Bartholomã. Divisa da Alemanha com Áustria. O Chalé Bar, na piscina, é uma cópia de um restaurante de Strassburg, da França, e encontra-se próximo às casinhas de crianças, um conjunto inspirado em construções de Punta Del Este, Uruguai. Mais informações: (54) 286-1334 ou site www.rittahoppner.com.br.