Existem diferentes opções de voo ligando o Brasil a Miami, com ou sem escalas e conexões. Uma das companhias que tem aumentado esta oferta é a American Airlines, que passou a operar um voo entre Curitiba e Miami, com escala em Porto Alegre, no fim de novembro.

A companhia área já havia instalado rotas entre Miami e outras cidades brasileiras, além dos tradicionais aeroportos internacionais de São Paulo e Rio de Janeiro. A American Airlines é a única companhia a operar voos da região Sul do Brasil para os Estados Unidos. “Tivemos uma boa procura para o voo em Curitiba e está dentro das expectativas da companhia”, comenta Dilson Verçosa Junior, diretor regional de vendas da American Airlines para o Brasil.

Ele revela que já recebeu depoimentos de moradores e agentes de viagem de Curitiba que aprovaram a nova rota diante da facilidade de desembarcar diretamente na capital paranaense, sem a necessidade de fazer conexão em outra cidade após o trecho internacional. Verçosa Junior ressalta que a implantação da rota estava há tempos nos planos da empresa. No caso da região sul, foi necessário esperar a disponibilidade de uma aeronave Boeing 767-300(capacidade de 212 passageiros), o que não ocorreu antes.

A American Airlines primeiramente entrou outros mercados que poderiam ser atendidos com aeronaves menores, segundo o diretor. Os investimentos da companhia, ao instalar diferentes rotas com voos diretos para Miami e outras localidades nos Estados Unidos, estão diretamente relacionados com a estabilidade econômica do Brasil.

De Curitiba, o voo AA203 da American Airlines sai às 9h25, com escala em Porto Alegre às 10h45. É necessário sair do avião no Aeroporto Salgado Filho para inspeções de segurança e limpeza. Os passageiros que embarcaram em Curitiba são encaminhados para uma sala de espera, onde aguardam daqueles que começarão a viagem no Rio Grande do Sul. O voo é retomado às 12h30 e tem duração de cerca de oito horas e meia até Miami. No voo entre a cidade americana e o Brasil (também AA203), que sai às 20h20 (horário local de Miami), a primeira parada é em Curitiba.

No Aeroporto Internacional de Miami, a American Airlines opera o terminal D, o primeiro para quem está chegando ao local. A companhia atende uma média de 30 mil passageiros por dia e 70% de todo o tráfego do aeroporto é composto por voos da American Airlines, que oferece diferentes estruturas para o atendimento ao passageiro. A orientação, para quem estiver com carro alugado, é entregar primeiramente o veículo na locadora e depois fazer o check-in na companhia. O deslocamento entre a locadora e o terminal é feito em um trem especial dentro do aeroporto.

Os passageiros já podem fazer o check-in e o despacho das malas ainda na parte de fora do terminal D, onde estão disponíveis balcões para isto. Famílias com crianças pequenas e outras exceções podem fazer o check-in na parte de dentro do terminal. Além dos tradicionais balcões, a companhia está disponibilizando totens para que o passageiro faça o seu check-in e já obtenha tanto o cartão de embarque quanto as etiquetas para as malas, que são despachadas em locais indicados. Este tipo de serviço será ampliado. A American Airlines também lançou recentemente o web check-in para os passageiros de rotas entre a América Latina e os Estados Unidos.

Os passageiros de primeira classe e classe executiva possuem check-in diferenciado. A companhia ainda oferece um serviço mais reservado para os passageiros das classes superiores, mediante pagamento por um passe.