O convite para um final de semana no Costão do Santinho vale como férias. O problema é que quando não se tem os 30% a mais pago nas férias é difícil imaginar uma fuga para o paraíso, mas é possível sim. Até 15 de dezembro o hotel opera com tarifa de média temporada, R$ 976,00 a diária para casal, e com algumas dicas você aproveita o final de semana todo num dos melhores resorts de praia do país com tudo incluído. E se não tiver a grana à vista, ainda parcela a viagem em até 10 vezes e na volta tira onda com as fotos e o bronzeado.

De frente para o mar e ao pé do Morro das Aranhas, o Costão vai além da localização privilegiada. O hotel na Praia do Santinho se beneficia de estar numa das mais belas praias de Florianópolis, com areias claras e água cristalina. Boa para banho, para esportes náuticos e caminhadas. É um passeio lindo, principalmente quando se leva em conta que a temperatura por lá costuma ser, em média, 7 graus a mais do que a nossa temperatura aqui em Curitiba. E embora sol e mar já seja uma combinação perfeita, há mais, muito mais, para divertir adultos e crianças.

Infraestrutura

São 1 milhão de m2, dos quais 500 mil m2 de Mata Atlântica preservada, com infraestrutura de lazer e serviços. O complexo está à beira mar e ainda tem piscina, saunas, academia, parque infantil, complexo esportivo (5 quadras de tênis, cancha poliesportiva, campo de futebol e de golfe) além de salão de jogos para adultos, bar na piscina, na beira da praia e outro com música ao vivo até às 2h.

É uma cidade, com direito à ala de serviços, onde estão a boutique, a farmácia, a lavanderia automatizada (como nos Estados Unidos), a livraria e a agência de viagens. Tudo ao lado da recepção, que fica na parte mais alta do terreno. De lá você segue numa van até o apartamento, num dos predinhos de três andares (vilas) de arquitetura açoriana. São 14 vilas com dois tipos de acomodação: standard (quartos convencionais de hotel) ou superior (com 1, 2 ou 3 quartos, sala e cozinha equipada) . No fim das vilas, bem ao pé do morro, fica a ala internacional, com quartos que lembram flats modernos (banheiro com Jacuzzi, quarto com sala de estar e ampla varanda, além de uma pequena cozinha com microondas). O banheiro tem janela e persiana; quando aberta, você tem vista da banheira.

Diversão extra

Para as crianças de 4 a 11 anos as atividades monitoradas começam às 9h30 e terminam às 21h. Para os adultos a academia abre às 8h (há professor), os bares a partir das 10h, música ao vivo no bar a partir das 21h e a boate abre às 23h.

Se você tiver fôlego ainda pode escolher algumas atividades com custo adicional: arvorismo (para crianças e adultos brincarem a 12 metros de altura), mergulho, escalada, rafting, passeios de escuna, aulas de surf ou stand up paddle.

De segunda a sábado funcionam o Spa e o salão de beleza. Fazer a unha da mão custa R$ 28. Uma massagem relaxante de 50 minutos custa R$ 135.

Pacotes de fim de ano

Uma programação especial foi montada para o fim de ano no Costão. Os pacotes são de sete dias para o Natal (de 18 a 25/12) e Ano Novo (de 27/12 a 3/01). O do Natal é mais voltado a famílias com crianças. Para elas haverá shows, desfiles de personagens, oficinas de biscoitos, peças de teatro e a chegada do Papai Noel na virada de 24 para 25, seguido de ceia. Para dois adultos com uma criança até 3 anos custa a partir de R$ 8.940 em apartamento standart.

O pacote de Ano Novo vai agradar os adultos. Com tema de volta ao mundo, a programação inclui aulas de danças típicas, tatuagens de hena, apresentações de cabaré, recitais, encenação de touradas, jantares temáticos e, na virada do ano, show com escola de samba e fogos de artifício. O pacote de Réveillon custa a partir de R$ 6.573 por pessoa ou R$ 13.146 para dois adultos e uma criança até 3 anos em apartamento standart.

Show

De 13 a 15 de dezembro tem um pacote especial, de duas noites com show do cantor Daniel. A partir de R$ 1.982 para dois adultos e uma criança até 3 anos, em apartamento standart.

Museu ao ar livre

Na Praia do Santinho h&aac,ute; um passeio diferente, um museu ao ar livre gratuito, seguro e com iluminação noturna. São dois sítios arqueológicos que datam de 5 mil anos atrás que ganharam calçamento para facilitar a visita. Ambos ficam no Morro das Aranhas, na saída do hotel para a praia, mas com acesso livre a qualquer visitante.

As trilhas sobem pelo morro e em menos de dez minutos um mirante chama atenção. De um lado o mar batendo nas rochas impressiona. Nessa área no sul do Costão o vento é forte, tanto que é proibido para banhos e esportes náuticos. Mas é também a indicação da primeira inscrição na pedra, que não por acaso é também o símbolo do resort catarinense. Mais adiante uma ‘praça do conhecimento’ explica que os desenhos geométricos foram feitos pelos sambaquieiros – os primeiros habitantes do litoral – que viviam da pesca e dominavam a lapidação de pedras.

No sítio que fica mais afastado, a 800 metros da praia, há uma variedade de rochas que foi utilizada para a fabricação de instrumentos e artefatos. Conhecido como Museu dos Brunidores ou Oficinas Líticas, o local é repleto de afiadores e amoladores, feitos em sua maioria em pedras isoladas, bem próximas ao mar ou riachos.

O Morro das Aranhas tem 750 mil metros quadrados de mata nativa, com vegetação de restinga, floresta de encosta, dunas e lagoa de água doce.