O americano Matt Brown deu a sua versão dos fatos após o ataque do seu ex-treinador, Rodrigo Botti, em um hotel de Curitiba, no último domingo. Em entrevista à imprensa americana, o lutador do UFC revelou que foi atacado por trás.

“Eu estava lá sentado, tomando café e de repente eu senti alguma coisa na lateral da minha cabeça. Eu achei que era um fã, esses fãs que estavam dando tapa na minha cabeça”, disse o gringo.

Brown ainda destacou que demorou para se dar conta que o agressor era o seu ex-técnico de jiu-jitsu. Entretanto, quando ele ‘se tocou’, correu atrás de Botti. No meio do caminho, o americano acabou sendo abordado por fãs e interrompeu a sua busca pelo desafeto.

Matt Brown foi um dos atletas mais polêmicos do UFC 198, realizado na Arena da Baixada, em Curitiba. O lutador mostrou o dedo do meio para o público durante a pesagem oficial e chegou a ser atacado no caminho rumo ao octógono antes de ser derrotado pelo brasileiro Demian Maia. 

Veja o vídeo da confusão ocorrida em Curitiba: