enkontra.com
Fechar busca

Tecnologia

Tesla faz 10 anos e lança nova unidade de negócios

  • Por Jornalista Externo

O Studio Tesla vai desenvolver peças criativas para agências de propaganda e clientes finais, complementando a oferta de serviços de tecnologia da Tesla Criada em setembro de 1995, na fase inicial da Internet brasileira, a Tesla chega aos 10 anos como uma referência em projetos de comércio eletrônico, gestão de conteúdo e portais corporativos. Agora, para atender uma demanda crescente de seus clientes e do mercado, a empresa lança uma nova unidade de negócios, o Studio Tesla.

Segundo Adilson Batista, diretor executivo, “o Studio Tesla não é uma agência interativa e sim uma produtora com foco em produção e finalização de trabalhos criativos. Qualquer empresa que desejar produzir e finalizar projetos criativos encontrará no Studio Tesla as condições necessárias para cumprir esta tarefa, tanto em infra-estrutura, quanto em recursos humanos”. O objetivo da unidade de negócios é complementar a oferta de tecnologia da Tesla através da criação de peças criativas de comunicação, como banners, hot sites e advergames. “A criação e o planejamento do conceito da ação de marketing deverão ser feitos pelo cliente ou por sua agência de publicidade. Nossa missão é realizar o sonho do cliente. Ele sonha, nos conta, nós aprimoramos e o tornamos realidade.”, completa Batista.

Para isso, a empresa não poupou esforços na montagem da equipe da nova unidade e trouxe para comandar a criação Eco Moliterno, profissional diversas vezes premiado no Festival de Cannes, na categoria CyberLions, com peças criadas para a AOL e também para a agência Loo.

Com passagens pela AgênciaClick e mais recentemente na direção de criação da AOL no Brasil, Moliterno explica: “O Studio Tesla significa excelência para a internet. É um estúdio que acaba de nascer para se tornar referência de trabalhos de alta qualidade na web. Em outras palavras, queremos fazer para a mídia interativa o que a Jodaf, por exemplo, faz para a mídia eletrônica. Ou seja, um novo modelo de negócio online que vai ajudar empresas, fornecedores e agências de publicidade a aproveitar ao máximo o potencial da internet. Um núcleo de produção criativa que pode atuar durante todo o processo: desde o layout até a programação final de hotsites temáticos, campanhas online, vídeos interativos, ações virais, entre outros”, finaliza.

O Studio Tesla conta com uma equipe formada por 14 profissionais instalados nos escritórios da Tesla, na Vila Olímpia em São Paulo. Sob o comando de Eco Moliterno estão os diretores de arte Alê Prado e Doug Alves, o programador Marcelo Nishio, o animador Marcos Saura e os assistentes de arte e redação Nívea Masumi e Bruno Canato, respectivamente.

Para atuar na área de gestão de contas, a unidade contratou os gerentes Ana Marques e Sylvio Lindenberg. Na gestão de projetos a equipe conta com Letícia Costa, gerente de mídia, Erica Tabata, gerente de projetos, e Robson Braga e Kelly Andrade, ambos coordenadores de projetos.

A nova unidade já atende clientes como a General Motors do Brasil e o Unibanco. Alguns clientes da Tesla, como Pimaco, ESPM e Sun Microsystems, vão passar a usar o Studio nas suas campanhas.

A meta é faturar R$ 2,5 milhões com o Studio Tesla até dezembro de 2005 e R$ 5,5 milhões em 2006, “quando pretendemos fechar os primeiros projetos internacionais, através de acordos operacionais” conta Batista.

Tesla: 10 anos de sucesso

Fundada em setembro de 1995 por Riccardo Pizzamiglio, Marcos Camano, Paulo Veras e Carlos Azevedo, a Tesla é especializada em serviços profissionais de TI para desenvolvimento de sistemas, implantação de ferramentas de gestão de conteúdo, portal corporativo entre outras.

Ela desenvolveu projetos pioneiros na internet brasileira, como o site de entretenimento Guia SP. “A Tesla foi uma das primeiras empresas a criar sistemas que permitiam consultar bancos de dados e atualizar conteúdos dinamicamente através de sistemas baseados em web. Um exemplo claro disso foi o desenvolvimento de um portal imobiliário para a Coelho da Fonseca. Foi criado um sistema através do qual um usuário poderia consultar pela Internet um banco de dados com todas as características de cada imóvel comercializado por esta imobiliária e encaminhar uma lista dos que mais lhe interessaram e dessa forma receber retorno de um corretor já preparado para atendê-lo. Atualmente isso até parece normal, porém temos que considerar que esse projeto foi feito em 1996, muito antes de serem lançados os primeiros portais imobiliários no mercado”, conta Ricardo Pizziamiglio, presidente da Tesla. Mais recentemente, a empresa participou do desenvolvimento de um dos principais portais corporativos brasileiros para a Cia. Vale do Rio Doce, baseado na tecnologia Vignette, e foi a primeira empresa a desenvolver projetos com o CMS 2002, software de gestão de conteúdo da Microsoft. A empresa tem atualmente 50 funcionários e espera crescer 25% em 2005, atingindo um faturamento de R$ 7,5 milhões.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas