As soluções na área da tecnologia da informação e comunicação desenvolvidas pela Celepar em software livre estão atraindo o interesse de órgãos governamentais e universidades de várias partes do país. Nos últimos dois dias, pelo menos três delegações de diferentes entidades estiveram na sede empresa, a Companhia de Informática do Paraná, em Curitiba.

De Belo Horizonte (MG), estiveram na Celepar os diretores e técnicos da Companhia de Processamento de Dados (Prodabel) e da Prefeitura daquela capital – Frederico Gonçalves Guimarães, Dennis S. Faria e José Ricardo Fonseca Maciel – que, entre outras apresentações, conheceram detalhes do correio eletrônico, catálogo, agenda e gerenciador de fluxo de trabalho Expresso, do portal colaborativo Dia-a-Dia Educação e do sistema de telefonia via internet (VoIP), em fase de desenvolvimento pela Celepar.

Já a delegação da Universidade de Santa Catarina (Udesc), formada por 13 estudantes e professores, liderados pelo professor Omar Alves, demonstraram mais interesse pelos métodos e padrões da Plataforma Paraná de Desenvolvimento de Sistemas (framework), pela Fábrica de Software e banco de dados Postgres. Nos contatos com diretores e gerentes, os representantes da Udesc ratificaram convite para a realização em Joinvile de uma etapa do Circuito Paraná de Software Livre, evento promovido pela Celepar em várias regiões do Paraná e de outros Estados.

De Brasília, estão em Curitiba os técnicos do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) Wilton Itaiguara Gonçalves Mota, superintendente de Negócios Estratégicos e Ione Vieira de Andrade, gerente de Gestão Estratégica e Controle, que permanecem na capital paranaense até esta quinta-feira, 28.

Além do correio eletrônico Expresso, o órgão do Governo Federal também está interessado no Sistema de Registro Escolar (SERE), no portal Dia-a-Dia Educação, ambos da Secretaria da Educação, e no sistema de Controle, Acompanhamento e Resultados de Projetos Estratégicos (e-CAR). Celepar e Serpro estão acertando os detalhes para desenvolvimento conjunto de uma série de melhorias no Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siaf), responsável pelo controle e acompanhamento dos gastos públicos.