Um hacker sequestrou o domínio www.aljazeera.net, direcionando os visitantes para outro site com uma mensagem favorável à guerra entre Estados Unidos e Iraque.

Após o ataque feito na terça-feira (25/03), que deixou o site da rede de televisão árabe, Al-Jazeera, off-line por mais de quatro horas, o endereço online da rede continua na mira dos ciberataques.

Ontem, quinta-feira (27/03), um hacker sequestrou o domínio da Al-Jazeera, direcionando os visitantes para outro site com uma mensagem favorável à guerra entre Estados Unidos e Iraque.

Os administradores da rede da Al-Jazeera tomaram conhecimento do problema na manhã de hoje, num alerta feito pela empresa europeia que hospeda a página Web do site e notou que todo o tráfego para a página da Al-Jazeera foi interrompido, informou Salah AlSeddiqi, gestor de tecnologia da Al-Jazeera, no Qatar.

Ao tentar visitar o site da rede de televisão, AlSeddiqi notou que o tráfego tinha sido direccionado para o endereço http://members.networld.com/freedom2003/Index.sb, com uma mensagem pró-guerra.

AlSeddiqi também se apercebeu que a sua senha da conta de administração do site também foi bloqueada. O domínio aljazeera.net é gerido pela Network Solutions ? serviço de nomes de domínios que pertence à VeriSign.

Segundo o gerente de tecnologia, nestes casos, os servidores de nomes de domínio (DNS) que hospedam o site no mundo todo levam 24 horas para serem actualizados e para que o site volte a estar online. As informações são do site Truques e Dicas.