Por ano, mais de 30 milhões de pneus são descartados no Brasil. Por si só, este já é um dado alarmante, mas o que deixa o problema muito mais sério é o fato de os pneus demorarem cerca de 400 anos para se decompor. Por isso, é muito importante que a sociedade discuta soluções para o descarte desses pneus que não têm mais utilidade em sua função original. O que os pesquisadores estão descobrindo é que os pneus usados podem voltar para as rodovias para serem usados no pavimento. Em outubro, o CBR&C – Congresso Brasileiro de Rodovias & Concessões apresentará duas palestras sobre diferentes maneiras de reaproveitamento de pneus usados.

Paulo Romeu A. Gontijo, da Strata Engenharia, falará sobre os métodos de fabricação, carcterísticas e a experiência brasileira com o asfalto borracha. A experiência das concessionárias com o asfalto ecológico no Brasil começou em 2001, no Rio Grande do Sul. A utilização de pneus na fabricação de asfalto colabora com a preservação do meio ambiente, mas também proporciona avanços em relação às rodovias. Estudos comprovam que a utilização de pneus produz um asfalto de melhor qualidade e com vida útil maior. Melhoram também as condições de segurança, uma vez que a composição do produto absorve as propriedades elásticas e estabilizadoras da borracha de pneu. Por ter uma textura mais áspera, aumenta o coeficiente de atrito e aderência pneu/pavimento e reduz a aquaplanagem. Outra vantagem é que, por ser mais áspero, diminui o efeito "spray", ou seja, aquela névoa que se forma quando um veículo passa sobre o asfalto molhado.

Kevis Charles Abbey, pesquisador da Penn State Institutes of the Environment, dos Estados Unidos, fará a palestra "Onde a borracha faz a rodovia – o emprego de pneus usados como sub-base", que conta com o patrocínio da ANIP – Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos. A Universidade Penn State estuda o uso de fardos de sobras de pneus para sub-base do pavimento. Apesar de esta não ser a primeira idéia de uso de sobras de pneus em rodovias, acredita-se que está é a primeira vez a se utilizar os pneus inteiros, que são comprimidos em blocos formados por aproximadamente 100 pneus cada um.

Estas duas palestras acontecerão no dia 5 de outubro, das 11h às 12h30, no 5º CBR&C 2007 – Congresso Brasileiro de Rodovias e Concessões, que será promovido pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias – ABCR, de 4 a 6 outubro, no The Royal Palm Plaza, em Campinas (SP).