A SHN informática, empresa do Grupo Nutrimental, está lançando um produto que vai facilitar o acesso de estabelecimentos de médio porte a um programa de gestão integrada. Resultado de dois anos de trabalho, o maxiPRO/CS permite que o sistema desenvolvido pela empresa paranaense seja utilizado com banco de dados SQL Server ou Oracle num servidor Windows. Originalmente, o produto era usado apenas em servidor iSeries, uma linha de equipamentos da IBM. Com a novidade, novos clientes que já trabalham nestes ambientes não precisam investir em novos servidores para adotar o sistema.

Nos próximos meses, a equipe da SHN irá desenvolver o produto para que possa ser utilizado também em ambiente Linux. “Com isso poderemos oferecer um programa multiplataforma”, diz o representante de negócios da SHN, Luiz Alfredo Isolani. Segundo ele, essa próxima etapa será finalizada em 2004. “O mercado está indicando quais são os ambientes tecnológicos mais utilizados pelas empresas e estamos padronizando os métodos de acesso aos diferentes bancos de dados para ganharmos mais competitividade”, completa.

Os custos da adoção do sitema podem variar entre R$ 60 mil e R$ 500 mil, de acordo com porte da empresa e equipamentos já disponíveis. Com a integração dos setores industrial, comercial e administrativo – solução que está se tornando fundamental para a sobrevivência das empresas – as indústrias podem aumentar a produtividade e tornar mais ágil o trabalho em todos os departamentos.

Diferentemente dos métodos tradicionais de registros de informações, o sistema de gestão empresarial integrada permite que, no momento em que o vendedor registra o pedido, a produção e os outros setores da empresa – administrativo e financeiro – têm acesso aos dados exatos e podem dar início ao planejamento e fazer previsão de compras e receitas. “Um sistema integrado torna a produção muito mais ágil e confiável, já que os pedidos são registrados de forma padronizada e podem ser imediatamente recebidos, sem que haja o risco de más interpretações”, explica Luiz Alfredo. Segundo ele, além das facilidades operacionais, há ao benefício estratégico desse tipo de investimento. “Os setores têm mais informações para gerirem melhor o negócio”, completa.

Formada em 1991, por um grupo de profissionais da indústria de alimentos Nutrimental, a SHN tem escritórios em Curitiba e São Paulo. Apesar de ter dado início aos seus trabalhos atendendo indústria alimentícia, já conquistou clientes das mais variadas áreas, como eletroeletrônicos, peças automotivas, bebidas, rações, produtos farmacêuticos e cosméticos.