Poucas horas depois de milhares de usuários terem atualizado os seus computadores com a última versão do Windows XP, especialistas em segurança descobriram brechas de programação. As falhas na atualização SP2 lançada justamente para cobrir brechas conhecidamente exploradas por criadores de vírus foram descobertas pelas empresas de segurança Secunia e Heise.

A Microsoft afirmou estar investigando as brechas, embora segundo a empresa nenhum usuário tenha sido prejudicado por elas. O problema que a Microsoft está estudando permite que programas perniciosos se disfarcem de imagens que se instalam no disco rígido automaticamente quando o Windows é reiniciado.

A gigante do software disponibilizou a última atualização nesta semana, mas os especialistas da Secunia afirmam, no website da empresa, que uma falha no Internet Explorer permite que site perniciosos instalem “arquivos arbitrários em uma pasta inicial do usuário”.