Homens são orientados a fazer check-ups médicos a cada seis meses ou um ano, não é mesmo? E nós, mulheres?

Protegidas naturalmente pelo hormônio estrógeno, sempre estivemos de fora do grupo de risco cardíaco ou de outras doenças. Pelo menos até a menopausa.

Atualmente, entretanto, a comunidade médica alerta que mais importante do que a idade da mulher, são os hábitos de vida que ela possui. Hoje elas trabalham, se estressam, fumam, consomem álcool, exatamente como os homens. Além dos riscos típicos da vida moderna, as exigências de trabalho e família atingem seu ponto máximo enquanto ainda somos “jovens”.

Segundo a médica cardiologista Lise Bocchino, não há limite de idade para iniciar a rotina médica. Caso a mulher fume, esteja acima do peso, tenha antecedentes familiares ou seja sedentária, ela pode começar a partir dos 30 anos, repetidos a cada dois anos caso esteja tudo em ordem. Já aquelas que não possuem fatores de risco, a idade limite para o início da bateria de exames é 40 anos e deve ser repetida anualmente. Em ambos os casos, a rotina de exames deve sempre ser acompanhada por um médico. Veja quais exames são indicados:

Exames laboratoriais
Análise completa de urina, fezes e sangue. São verificados os índices glicêmicos (para o diagnóstico do diabetes), lípides (controle do colesterol, suas frações e triglicerídeos), contagem de plaquetas, creatinina, uréia e eletrólitos (cálcio, potássio, magnésio e sódio), além das dosagens hormonais, especialmente os tireoidianos.

Avaliação geral e preventivo cardíaco
Exame clínico geral, radiografia de tórax, eletrocardiograma, teste de esforço e outros que podem ser indicados por seu médico: ecodopplercadiograma em cores, angiocoronariografia e até rastreamento nuclear.

Exames específicos femininos
Preventivo de câncer de colo de útero (papanicolau), ultrasom de mama, mamografia, ultrasom pélvico e densitometria óssea. Não se esqueça de fazer em casa, todo mês, o auto exame das mamas!

* A Dra. Lise Bocchino, cardiologista, é integrante da equipe de médicos do Laboratório Frischmann Aisengart, que faz parte da DASA – Diagnósticos da América Latina S/A – maior empresa de serviços diagnósticos da América Latina.