enkontra.com
Fechar busca

Lendas Vivas

Lenda Viva

No Santos, Oberdan foi campeão por cinco anos

  • Por Edilson Pereira

Oberdan jogou com a camisa do Coritiba em várias ocasiões: a primeira entre 1963 e 1965, a segunda em 1973 e a terceira em 1975 e 1976. Nas primeira e terceira ocasiões, seu passe pertencia ao clube. Em 1973, foi emprestado pelo time de Vila Belmiro. No Santos ele jogou de 1965 a 1975, com exceção dos anos em que foi emprestado para o Coritiba. No Grêmio, ele jogou um ano e meio nas temporadas de 1977 e 1978. Ele foi campeão em todos os times que jogou.

No Santos, foi campeão paulista nos anos de 1965, 1967, 1968, 1969 e 1973. Ganhou o torneio Rio-São Paulo de 1966, a Recopa dos Campeões Intercontinentais de 1968, a Supercopa Sul-Americana dos Campeões intercontinentais de 1968 e o Campeonato Brasileiro de 1968. No Coritiba foi campeão paranaense em 1975 e 1976, além de estar presente na conquista do Torneio do Povo de 1973. No Grêmio de Porto Alegre foi campeão gaúcho de 1977, rompendo com um jejum que durava oito anos. Embora tenha afeto pelo Santos e pelo Coritiba, Oberdan ficou impressionado com a idolatria do torcedor gaúcho. “É uma coisa muito impressionante. O meu afeto pelo Grêmio é muito grande”, diz ele. E ele é correspondido: até hoje é lembrado como grande ídolo pelo torcedor tricolor.

Rápido

Em 1980, Oberdan teve no Grêmio uma experiência como treinador. Ele ficou pouco tempo na profissão. Mas o seu auxiliar, Valdir Espinosa, seguiu na carreira.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas