Baratas são caóticas. Dizem que elas são os únicos seres que permaneceriam vivos após uma explosão nuclear. Agora, outra espécie do inseto provou mais uma supercapacidade.

Alguns exemplares da espécie Periplaneta japônica, normalmente encontrada no Japão, foram vistos pela primeira vez em Nova York, nos Estados Unidos. Até aí tudo bem, se não fosse o superpoder do inseto. Segundo cientistas, essa barata é capaz de suportar temperaturas negativas dos mais rigorosos invernos.

Durante o frio intenso, com temperaturas abaixo de zero, a barata tem o costume de hibernar. A descoberta foi arquivada pela Revista de Entomologia, especialista em insetos.

O mistério, porém, é como que o inseto chegou até o solo norte-americano. Em 2012, acreditou-se que o inseto tenha migrado de região após a importação de plantas orientais para o país.

Mas a população pode ficar tranquila. Segundo cientistas, não haverá uma infestação de baratas japonesas nos Estados Unidos, já que elas não encontrarão um ambiente propício para reprodução.