A visão é o sentido mais eficiente do ser humano para captar informações precisas e rápidas sobre um lugar. Mas, pela audição, uma pessoa também pode perceber o mundo de maneira mais ampla e poética. Atentos a essa concepção, jovens empreendedores estão desenvolvendo o projeto cultural “Curitiba AudioWalk”, que promete conduzir turistas e curitibanos a uma verdadeira viagem sonora através de um aplicativo para dispositivos móveis.

Desenvolvido em parceria com a empresa PepperBox Studio, o aplicativo possibilita que o usuário, com fones de ouvido, interaja com a voz de Michelle Pucci, atriz, cantora e apresentadora que orienta o passeio, ilustrado por trechos de histórias contadas por gente que as viveu naqueles locais. O projeto é inédito no Brasil e será utilizado pela primeira vez na cidade de Curitiba no período da Copa do Mundo.

Durante uma caminhada pelo Centro Histórico da cidade, os turistas (ou os próprios moradores) serão conduzidos por uma narrativa que mistura o imaginário e o real. O “filme sonoro” terá depoimentos de artistas de rua, jornalistas, músicos, fotógrafos, poetas e pessoas ligadas à vida cultural de Curitiba, que dão vida à paisagem sonora e física das ruas da cidade.

“O projeto busca aproximar as novas tecnologias e a experiência turística, por meio de novas mídias e processos sociais”, explicam os autores da proposta, o turismólogo Yure Lobo e a sound designer e pianista Lilian Nakahodo. Segundo eles, esse tipo de audioguia surgiu no início dos anos 2000, em destinos internacionalmente consolidados do turismo, como Nova York, Paris e Berlim, mas, no Brasil, ainda é inédito. “Os audioguias existentes no país se detêm em uma abordagem mais descritiva e informativa, ao invés de explorarem uma narrativa mais imersiva”, complementam.

Para realizar esse mapeamento do Centro Histórico de Curitiba, Lobo e Nakahodo estão se apoiando tanto na configuração física dos espaços quanto nas memórias que os constroem e dão sentido afetivo a eles. São as características singulares das edificações, o traçado das ruas, assim como as referências literárias, as lendas urbanas, os acontecimentos e as lembranças de diferentes épocas que constituem esse patrimônio a ser desvelado, com a colaboração de artistas e personagens da cultura urbana local.

Riqueza e diversidade cultural

O projeto para o audioguia foi aprovado no Concurso Cultura 2014, do Ministério da Cultura, cujo objetivo é apresentar a riqueza e diversidade cultural do país para brasileiros e estrangeiros, entre os dias 10 de junho e 15 de julho, período da Copa 2014. Foi o único do Sul do País a ser contemplado dentro do Eixo Brasil Diverso, na categoria Patrimônio.

Tour

Para fazer o tour audioguiado, a pessoa precisa apenas de um dispositivo móvel, como o smartphone, fones de ouvido e calçados confortáveis para uma caminhada que pode variar de uma a três horas, conforme o ritmo pessoal. O aplicativo gratuito, para plataforma iOs e Android, contará com mapa interativo e recursos de geolocalização. O conteúdo será disponibilizado offline nas versões português e inglês.