enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Polícia Federal apreende armamento em Guaíra

  • Por Valéria Biembengut

Divulgação
Arma dispara 400 balas por minuto
a distância de 2 quilômetros.

Uma metralhadora Madsen, calibre 7.62, de fabricação dinamarquesa, com dois carregadores e um lança-rojão Rocket HE 66 mm, utilizado pelas forças armadas norte-americanas, foram apreendidos por policiais federais de Guaíra, na noite de domingo, na PR-323, entre Umuarama e Cruzeiro do Oeste. O funcionário público A.M.S., 35 anos, de São Miguel Paulista (SP), e R.M.P., 18, P.A.X., 25 e E.F.N., 27, moradores em Itaim Paulista (SP), foram presos e autuados em flagrante por tráfico de armas.

O armamento estava escondido dentro da Kombi placas MDS-0450 de Florianópolis(SC), ocupada por dois dos presos. Os outros ocupavam a Kombi placas CVD-7864, de São Paulo, que dava cobertura. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Federal, os quatro presos vieram de São Paulo para buscar o armamento.

A metralhadora pode ser usada contra carros blindados e dispara 400 tiros por minuto, com alcance de dois quilômetros. A Polícia Federal informou ainda que a arma apreendida traz as inscrições do Exército Argentino. A metralhadora já foi utilizada pelo Exército Brasileiro, mas não é mais fabricada.

Confissão

P.A.X. confessou que à polícia que já buscou armamento em Foz do Iguaçu, após ser contratada em São Paulo por desconhecidos. Esta não foi a primeira vez que a Polícia Federal de Guaíra apreendeu armamento militar. Em agosto foram interceptadas pessoas que traficavam armas para organizações criminosas do Rio de Janeiro e São Paulo. Segundo a Polícia Federal, as declarações de P.A.X. reforçam os levantamentos de investigações realizadas, que apontam que os armamentos pesados usados por grupos criminosos entram no país através do Paraguai.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas