enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Ministério quer ampliar uso de homeopatia pelo SUS

  • Por Cintia Végas

O Ministério da Saúde está estudando formas de aumentar a oferta de tratamentos homeopáticos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A intenção é de que um projeto de Política Nacional para as Medicinas Naturais e Práticas Complementares seja aprovado ainda este ano e a ampliação de atendimentos comece a ocorrer já nos primeiros meses de 2005.

O assunto vai ser tratado hoje, no Dia Nacional da Homeopatia, em ações de conscientização da população sobre tratamentos homeopáticos que serão realizadas, das 9h às 13h, na feirinha do Largo da Ordem, em Curitiba. Na ocasião, profissionais homeopatas estarão esclarecendo dúvidas e entregando panfletos informativos aos pedestres. Ontem, ações semelhantes foram realizadas na Boca Maldita.

Segundo o vice-presidente da Associação Médica Homeopática do Paraná, Francis Mourão, ainda é pequeno o número de municípios brasileiros onde a homeopatia é oferecida gratuitamente pelo SUS. Em Curitiba, os tratamentos homeopáticos são oferecidos desde 1992. "O projeto, se aprovado pelo ministério, vai democratizar mais o acesso aos serviços homeopáticos", comenta.

Os tratamentos com homeopatia se baseiam na utilização de medicamentos com fórmulas especiais, com princípios ativos diluídos para evitar efeitos colaterais. "Qualquer substância pode virar um homeopático. A diferença está na maneira como os remédios utilizados pela homeopatia são preparados", explica Francis. "Os homeopatas utilizam a doença como referência, para saber o que deve ser feito. Porém, o tratamento não se baseia apenas no diagnóstico clínico, mas nas características do paciente, individualizando-o."

Para os médicos homeopatas, os pacientes devem ser tratados como pessoas únicas, formadas pelo fator biológico (corpo), psicológico (mente, emoções e capacidade intelectual) e social (suas relações com o meio ambiente e as influências que recebe da sociedade).

Serviços na capital

Na capital paranaense, a Prefeitura oferece atendimento homeopático gratuito através da Unidade de Saúde da Mulher, na Rua Marechal Floriano Peixoto, 250, no centro. Na Fundação Homeopática do Paraná (Rua Carlos Pioli, 575 – telefone (41) 338-6316) é oferecido atendimento ambulatorial a pessoas carentes mediante contribuições simbólicas. Já na Oficina da Solidariedade (Rua José Marcos Caldonazo, 121, nas Moradias Iguaçu), as pessoas de menor poder aquisitivo também são atendidas por homeopatas mediante pequenas contribuições. O local não tem telefone e as consultas são realizadas às quartas-feiras, no período da tarde.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas