enkontra.com
Fechar busca

Curitiba e Região

Prevenção

Vacina da febre amarela está disponível em Curitiba pra quem vai viajar pra áreas de risco

  • Por Smcs
Foto: Divulgação/SMCS

Com o período de férias, o número de pessoas em viagens aumenta e um dos itens que precisa estar na mala é a carteira de vacinação em dia. Para quem tem como destino áreas rurais ou de mata, a imunização contra a febre amarela é essencial. A vacina é ofertada gratuitamente nos 110 postos de saúde da cidade.

Curitiba não está na área recomendada pelo Ministério da Saúde para vacinação contra a febre amarela, ao contrário de uma grande área do território nacional em que a imunização é imprescindível (além de vários destinos internacionais).

O alerta da necessidade de vacinação para viajantes aumentou com os recentes casos registrados no interior de São Paulo e com as campanhas emergenciais do Ministério da Saúde de vacinação fracionada em municípios de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia.

“Curitiba não tem casos registrados de febre amarela silvestre ou urbana há anos, mas é preciso que a população mantenha o cuidado com a própria saúde, colaborando para manter o município imune”, destaca o diretor do Centro de Epidemiologia da Secretaria Municipal da Saúde, Alcides de Oliveira. A vacina precisa ser tomada pelo menos dez dias antes do embarque.

No Brasil só há casos de febre amarela silvestre e não urbana. A doença não é contagiosa, ou seja, não há transmissão de pessoa a pessoa. É transmitida somente pela picada de mosquitos infectados com o vírus.

Perguntas e respostas

Quem deve se vacinar em Curitiba?

Pessoas que moram ou vão viajar para regiões silvestres, rurais ou de mata dentro das áreas de risco no Brasil ou no exterior. A imunização deve ser feita dez dias antes da viagem.

Para quais destinos nacionais a vacina é recomendada?

A lista de cidades brasileiras com recomendação de vacina pode ser consultada em http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/listavacinacaofa.pdf (atualizada em dezembro/2017). As crianças podem tomar a dose padrão a partir dos nove meses de idade.

Quem mora em Curitiba e não tem planos imediatos de viajar precisa procurar pela vacina contra a febre amarela agora?

Não. Curitiba é uma área sem recomendação para a vacina pelo Ministério da Saúde, por não apresentar risco de contaminação na cidade. Os estoques da vacina nos postos de saúde estão normais.

A dose da vacina aplicada nos postos de saúde de Curitiba é integral ou fracionada?

Em Curitiba, a dose aplicada para a febre amarela é a dose padrão, com 0,5 ml. A dose fracionada representa 1/5 da dose padrão, com 0,1ml e foi adotada em campanhas de vacinação emergencial de 76 municípios nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia.

Há contraindicações para a vacina?

A vacina é contraindicada para crianças menores de seis meses, idosos acima dos 60 anos, gestantes, mulheres que amamentam crianças de até seis meses, pacientes em tratamento de câncer e pessoas imunodeprimidas.

Em situações de viagem para área de risco para pessoas desses grupos, um médico deve avaliar o benefício e o risco da vacinação, levando em conta a possibilidade de eventos adversos.

Caso a mulher esteja amamentando e tenha que tomar a vacina, a amamentação precisa ser suspensa por 28 dias.

Em crianças, a vacina para febre amarela não deve ser aplicada ao mesmo tempo em que a tríplice viral (contra sarampo, rubéola e caxumba) ou tetra viral (contra sarampo, rubéola, caxumba e varicela).

Como se prevenir da febre amarela?

Além da vacinação, é importante combater o vetor do vírus da doença, que é o mosquito; evitar áreas de mata com registros da doença.

A febre amarela

A febre amarela é uma doença sazonal, geralmente com aumento de casos de dezembro a maio. O tipo mais comum é do tipo silvestre, em que os macacos são os principais hospedeiros do vírus. A transmissão ao ser humano ocorre quando o mosquito que picou um macaco infectado depois pica o homem. São de febre amarela silvestre os onze casos registrados desde julho de 2017 (8 em São Paulo, um em Minas Gerais, um no Rio de Janeiro e um no Distrito Federal).

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas