enkontra.com
Fechar busca

Curitiba e Região

Transporte

Prefeitura limita passagens gratuitas pra deficientes e aposentados nos ônibus de Curitiba

Para deficientes físicos, o número será de 100 passagens gratuitas por mês. Já os aposentados por invalidez terão apenas 25

  • Por Jadson André
Foto: Felipe Rosa

Os aposentados por invalidez e deficientes físicos, isentos do pagamento da tarifa do transporte coletivo em Curitiba, passarão a ter o número de passagens mensais gratuitas limitado. A Prefeitura de Curitiba justificou que a decisão foi tomada com base em um relatório do Tribunal de Contas do Paraná, que pediu à Urbs mais rigor com as isenções de tarifa. A mudança deve começar a valer já nas próximas semanas.

A Comissão Municipal para Isenções Tarifárias, formada por órgãos ligados ao transporte e à administração pública, determinou que os deficientes físicos terão direito a 100 passagens gratuitas por mês. Caso comprovem necessidade de acompanhante, o número pode dobrar. Já os aposentados por invalidez, terão apenas 25 passagens mensais gratuitas.

Os idosos, com 65 anos ou mais, continuarão com o benefício de passagens ilimitadas, que é garantido por decreto federal.

Segundo a Urbs, o objetivo de colocar a limitação de passagens em prática é diminuir a chance de fraudes e reduzir custos. “Apenas para os deficientes e aposentados por invalidez, o custo da isenção é de aproximadamente R$ 1,5 milhão por mês”, informou o órgão por meio de nota.

No caso dos aposentados por invalidez, a empresa ainda justifica que está ajustando o sistema de bilhetagem para “cumprir um decreto de 1991, que limitava, desde a época, aos aposentados por invalidez, 25 passagens gratuitas por mês”.

Ainda conforme a Urbs, atualmente existem cerca de 13 mil deficientes com gratuidades no sistema e 5 mil aposentados por invalidez. Somado a outras categorias, como idosos, são mais de 150 mil isentos, que têm um impacto de 14% no valor da tarifa de ônibus.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

25 Comentários em "Prefeitura limita passagens gratuitas pra deficientes e aposentados nos ônibus de Curitiba"


Edson
Edson
3 dias 20 horas atrás

Corrigindo comentário votou agora aguente, tremenda falta de respeito

Edson
Edson
3 dias 23 horas atrás

Votou agora aguente, ruim pra quem tem um idoso em casa que trabalhou uma vida inteira, pra chegar nessa fase, tremenda falta de respeito

Flávio *
Flávio *
4 dias 6 horas atrás

acredito que seja para acabar com alguns que aproveitam da deficiência para pedir dinheiro por ai…ai o cara fica dando role de busao por varias linhas e gasta umas 10 passagens por dia…

Frederico
Frederico
4 dias 6 horas atrás

O pessoal fala em processos, mas com esse câncer maligno e maldito que é o judiciário emperrado, caríssimo e preguiçoso, dá em nada e em caso de dúvidas, tá lá o $TF para sempre defender o crime e a corrupção. Se algum político for preso, tá lá o giumau…

Frederico
Frederico
4 dias 6 horas atrás

Para melhorar a vida das pessoas, nada, nada. Se os políticos prestassem haveria ônibus em número suficiente para todos irem sentados, tendo um transporte decente e evitando o uso de automóveis. Andar nesses ônibus que parecem aquelas latas de sardinha prensada e gastar mais… quem quer?

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas