Fechar busca

+ Pop

Chegando ao fim

Últimas apresentações da Oficina de Música

Quem não conferiu alguma programação do evento tem chance hoje

  • Por Mara Andrich

A 28.ª Oficina de Música de Curitiba está chegando ao fim. As aulas já terminaram, mas quem ainda quer curtir o restinho da programação hoje tem o Concerto dos Alunos da XVIII Oficina de Música Popular Brasileira, no Sesc da Esquina.

Amanhã à tarde acontece a apresentação dos grupos Big Time e El Merekumbé, no Parque Bacacheri, e quem encerra esta edição da Oficina é um dos maiores ícones da cultura nordestina, o multiartista pernambucano Antônio Nóbrega, que se apresenta amanha a noite no Teatro Guaíra.

O público poderá ouvir baiões, maracatus, frevos-canções e marchas-de-bloco, com Nóbrega tocando na rabeca, no violino e no bandolim, choros, frevos, ponteios e outras peças instrumentais em espetáculo imperdível.

Uma das grandes inovações da Oficina deste ano foi chamar a atenção para a questão ecológica. Amanhã, além dos shows, haverá o plantio de mudas de árvores no Parque Bacacheri, caracterizando a Oficina Verde.

“Foi calculado os danos ambientais de veículos, como ônibus e aviões, por exemplo, e com base nisso foi calculado o número de árvores”, comentou Sérgio Albach, responsável pela Música, Tecnologia e Música Latino-Americana na Oficina.

Segundo ele, neste ano, os materiais da oficina foram feitos com produtos recicláveis. No dia 16 de janeiro também teve plantio no parque Túlio Vargas da CIC.

Na avaliação de Albach, a Oficina de 2010, mais uma vez, deu exemplo. “A nossa Oficina é sempre boa, Curitiba tem grande experiência nisso”, disse. Para ele, os núcleos de música Latino Americana foram outras novidades neste ano que deram certo.

Porém, nem bem termina uma Oficina e a próxima já está sendo planejada. “Uma das mudanças que devemos fazer é aumentar o número de ações nas ruas, fora do ambiente do teatro, embora em Curitiba seja difícil por causa da chuva”, comentou.

A 28.ª Oficina de Música reuniu mais de 1.500 músicos, entre alunos e professores. Segundo balanço da prefeitura, o público lotou as apresentações, que tiveram preços entre R$ 10,00 e R$ 5,00, e também entrada gratuita.

Além da questão ecológica, a 28.ª Oficina trouxe atividades sociais, com músicos que tocaram em hospitais. Neste ano, a Oficina contou também com a participação de músicos internacionais, como o grupo americano Fry Street Quartet e o uruguaio Quarteto de Candombe.

Serviço


Concerto dos alunos da XVIII Oficina de Música Popular Brasileira hoje, às 15h, no Sesc da Esquina. Ingressos a R$ 10,00 e R$ 5,00 mais um quilo de alimento não perecível. Concerto dos professores da XVIII Oficina de Música Popular Brasileira hoje, às 21h, no Teatro da Reitoria. Ingressos a R$ 10,00 ou R$ 5,00 mais um quilo de alimento. Música nos Parques, shows Big Time e El Merekumbé, no Parque Bacacheri amanhã, às 15h. Ingressos gratuitos. Plantio de árvores às 14h30. Show de encerramento da 28ª Oficina de Música de Curitiba, com Antônio da Nóbrega amanhã, às 20h30, no Teatro Guaíra. Ingressos a R$ 10,00 ou R$ 5,00 mais um quilo de alimento.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas