enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Novo cargo

Ex-presidente do Coritiba pode decidir futuro da Arena da Baixada

Vilson Ribeiro de Andrade, ex-mandatário do Coxa, pode se tornar presidente da Fomento Paraná, credora do Atlético nas obras da Baixada

  • Por André Pugliesi
Vilson Ribeiro esteve na diretoria do Coritiba entre 2010 e 2014. Foto: Felipe Rosa

O ex-presidente do Coritiba, Vilson Ribeiro de Andrade, pode mais uma vez ficar frente a frente com Mario Celso Petraglia, hoje presidente do Conselho Deliberativo do Atlético. Isto porque o ex-mandatário do Coxa pretende assumir o cargo de presidente da Fomento Paraná. O órgão do governo do estado foi o responsável por repassar os valores do empréstimo que o Furacão tomou para a construção da Baixada para a Copa do Mundo.

A indicação de Andrade depende ainda de uma homologação do Banco Central. Quando ocorrer, o ex-cartola ainda terá uma reunião com o governador Beto Richa para, então, ser alçado ao cargo e ter a nomeação publicada.

A Fomento Paraná cobra na Justiça a dívida que tem com o Atlético, de R$ 291 milhões repassados para a CAP S/A, sociedade criada pelo clube para gerenciar a reforma do estádio para a Copa 2014. Processo que está nas mãos do juiz para conclusão.

No período em que esteve à frente do Alviverde, que iniciou ainda em 2010, Vilson Ribeiro teve discordâncias com Petraglia, envolvendo acusações pessoais e até proibição do empréstimo do Couto Pereira ao Rubro-Negro. Agora, pode se ver envolvido no destino da Arena da Baixada.

O ex-dirigente também provocou polêmica ao afirmar que o Coritiba nunca seria “gigolô do dinheiro público”, em 2012, uma referência e ataque ao Atlético, parceiro do poder público na reconstrução do Joaquim Américo para a Copa do Mundo.

E mais tarde, em 2014, Andrade se lançou em campanha para permanecer na presidência do Coritiba com uma chapa chamada “Coritiba, nós construímos”, outra referência ao rival rubro-negro. Acabou sendo derrotado pela Coxa Maior de Rogério Bacellar.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

137 Comentários em "Ex-presidente do Coritiba pode decidir futuro da Arena da Baixada"


Juramir Mesquita
Juramir Mesquita
3 meses 1 dia atrás

Ele poderá assumir a presidência da Fomento, porém não será dono. É um órgão público não será somente ele que irá perdoar essa dívida, quem deve ter que pagar.

Marcos Aurelio
Marcos Aurelio
3 meses 2 dias atrás

Vilson é correto, honesto. Não seria o primeiro nem o único a discordar de Petraglia.

Claudio Gruber
Claudio Gruber
3 meses 2 dias atrás

4)Destro vende arena baixada p CAP nas mesma condições que comprou. CAP vai pagar 1 milhão por mês pela Baixada.
5)Nessa conta sobra uns 100 mi do terreno do coxa, que é repartido off line, por todos os participantes da maracutaia e o estado leva um calote de 330 milhões.

Marcos Aurelio
Marcos Aurelio
3 meses 2 dias atrás

Bela viajada. Cada qual com seus problemas e dívidas. O Coxa não precisaria se envolver numa maracutaia destas para construir um novo estádio. Inclusive no modo de ver, no momento, não precisa de estádio.

Fora corruPTos !!!
Fora corruPTos !!!
3 meses 2 dias atrás

Cara ! na teoria é perfeito rsrs

Claudio Gruber
Claudio Gruber
3 meses 2 dias atrás

O Esquema é o seguinte:
1)Nomeia Wilson, coxa para dar a impressão que vão pegar pesado com CAP
2)Leilão não vende primeira praça, João Destro arremata na segunda por 320 mi em 35 anos para pagar.
3)Destro constroi arena Coritiba de 300 mi no Pinheirão em troca do terreno do coxa.

AJC
AJC
3 meses 2 dias atrás

Pow, fácil de resolver, dá o Grafite de garantia e vamos ser feliz, gente!!!

1 2 3 13
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas