enkontra.com
Fechar busca

Coritiba

Coritiba

Coritiba

Será?

Lateral-direito Rafinha pode voltar ao Coritiba já em 2019

Aos 32 anos, jogador admitiu que quer voltar ao futebol brasileiro assim que encerrar seu vínculo com o Bayern de Munique e que tem como sonho encerrar a carreira no Coxa

  • Por Luiz Ferraz
Em 2017, Rafinha aprimorou a forma física no Coritiba, antes de defender a seleção brasileira em amistosos. Foto: Divulgação/Coritiba

Revelado nas categorias de base do Coritiba, o lateral-direito Rafinha revelou mais uma vez que pretende voltar ao seu clube de coração. Porém, esse retorno pode acontecer mais rápido do que os torcedores esperavam. Em entrevista ao canal fechado Espn Brasil, o jogador admitiu que quer voltar ao futebol brasileiro após encerrar seu contrato com o Bayern de Munique, da Alemanha, com quem renovou por mais uma temporada.

“Vou voltar sim e não está longe não. Renovei contrato por mais um ano agora, mas vou voltar. Para qual time ainda não decidi. A única certeza é que vou voltar para o Brasil para encerrar minha carreira no Coritiba. Foi o clube que me projetou, onde eu cheguei no profissional e me tornei profissional. Um clube que tenho um carinho muito grande, meu time do coração e vou terminar a carreira lá”, contou Rafinha.

O lateral, na verdade, nunca escondeu a vontade de encerrar a carreira no Alviverde, como fez o meia Alex, outro que foi revelado nas categorias de base coxa-branca. No entanto, foi a primeira vez que ele admitiu que deve voltar ao futebol brasileiro tão logo acabe seu vínculo com o Bayern, na metade do ano que vem.

“Está na hora de eu voltar também. Pela minha família. Tenho duas filhas, uma de cinco anos e uma de nove. Minha mãezinha também já está nos 70 anos. Saí de casa aos 15 anos para o Coritiba. Está na hora de voltar, ficar perto da família”, prosseguiu.

Rafinha, que foi a maior venda da história do Coritiba (cinco milhões de euros para o Schalke 04, em 2005), já teve a oportunidade recentemente de voltar ao futebol brasileiro. O jogador confirmou que no ano passado recebeu propostas de Cruzeiro, Palmeiras e Internacional, mas preferiu seguir no futebol europeu. Ele ainda lembrou com carinho dos tempos de Coritiba.

“Todo mundo sabe do carinho enorme que tenho pelo Coritiba. Passei momentos maravilhosos ali. É o meu time do coração no Brasil”, encerrou.

Confira a classificação completa desta Série B

Um dos fatores que pode facilitar o retorno de Rafinha ao Coxa já no ano que vem é a divisão do clube na temporada de 2018. O time, atualmente, está disputando a Série B do Campeonato Brasileiro e ocupa a terceira colocação na tabela.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

25 Comentários em "Lateral-direito Rafinha pode voltar ao Coritiba já em 2019"


Marcos p.
Marcos p.
9 dias 19 horas atrás

Atlético cai…coxa sobe …minha profecia

gadiego lôpez
gadiego lôpez
4 dias 20 horas atrás

Atlético e coritiba vão jogar na mesma divisão em 2019. Não sem quem sobe ou quem cai. Mas que vai ter atletiba no brasileiro de 2019 isso vai. É a minha profecia.

República do Paraná
República do Paraná
9 dias 20 horas atrás

É legal ver, a princípio, o respeito do jogador com o clube que o projetou. Porém, de nada adianta se não montar um time competitivo para alçar vôos maiores em competições nacionais.

Exterminador
Exterminador
10 dias 46 minutos atrás

A torcida do Coxa é muito sugestionável. Eles acreditam em tudo. Maquete, ídolo repatriado. Começam o campeonato achando que vão ganhar tudo e logo depois um Green Hell já basta para eles. Kkk

Exterminador
Exterminador
10 dias 50 minutos atrás

Bom reforço para a disputa da Série C. Acabaram as maquetes? Que seria a vida sem o Coxa numa manhã fria de sábado?

coxagigante
coxagigante
10 dias 7 horas atrás

Esta é a diferença dos jogadores do alto de tantas glorias, vão para a Europa e voltam por amor ao maior clube do estado…enquanto as crias da baixada quando escapam da tirania do coroné gagá nunca mais volta para a podridão…

gadiego lôpez
gadiego lôpez
7 dias 22 horas atrás

A diferença é que eles voltam para deixar o coxa quebrado com fez o Soneca. Já no Atlético nunca vai ter isso. Ninguém vai tirar dinheiro do Atlético. O Jadson queria voltar mais queria ganhar 600 mil e o Petráglia disse não. Está certo ele. O Whashington coração valente também quis voltar mas….

gadiego lôpez
gadiego lôpez
4 dias 20 horas atrás

……….queria 300 mil na época e o Petráglia também disse não. Ninguém tira dinheiro do Atlético.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas