Fechar busca

Atlético

Atlético Paranaense

Atlético Paranaense

Incógnita

Reapresentação de Luciano Cabral no Furacão ainda é incerta

A imprensa argentina garante que o atleta ainda está detido, apesar de alegar que não estava envolvido na briga que vitimou Joan Villegas Gualpa

  • Por Redação
Luciano Cabral alega inocência no caso em que foi envolvido. Foto: Aniele Nascimento

Pelo desenrolar dos acontecimentos em General Alvear, na província argentina de Mendoza, o meia atleticano Luciano Cabral, que tem contrato de empréstimo com o Rubro-Negro até a metade do ano, não deve se apresentar com o elenco nesta quinta-feira (12). De acordo com informações divulgadas pelo jornal Día del Sur, que acompanha o caso de perto, o jogador segue detido enquanto a investigação da morte de Joan Villegas Gualpa, de 27 anos, tem prosseguimento.

Até o momento, além de Luciano, estão presos o pai dele, José “El Mono” Cabral, um rapaz de 18 anos e mais dois menores que também foram acusados de envolvimento, mas o advogado Gustavo Nedic, que acompanha a situação de Luciano, assegura que o atleta estava apenas nas imediações da ocorrência, não tendo participado, efetivamente, da briga no primeiro dia do ano, que terminou em morte. O departamento jurídico do Atlético está acompanhando o caso, mas não se pronuncia a fim de preservar o jogador.

Ainda segundo o periódico argentino, nesta quarta-feira, alguns muros da cidade apareceram pichados com acusações ao jogador, como forma de protesto pela falta de informações e providências por parte dos investigadores e da justiça. Os responsáveis pelo caso ainda não confirmaram se o atleta poderá responder em liberdade mediante o pagamento de fiança.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas