enkontra.com
Fechar busca

Atlético

Atlético Paranaense

Atlético Paranaense

No último lance

Atlético leva virada do Cruzeiro e segue com jejum de vitórias

Furacão saiu na frente com gol de Thiago Carleto, mas levou a virada nos acréscimos e agora terá que vencer no Mineirão, após a Copa do Mundo

  • Por Luiz Ferraz
Atlético levou a virada no último lance da partida e segue em má fase. Foto: Albari Rosa

Faltou competência, um pouco de futebol, mas também sorte. O Atlético, apesar de conseguir ter uma atuação equilibrada durante quase os 90 minutos, acabou sofrendo uma virada do Cruzeiro e perdeu por 2×1, na noite desta quarta-feira (16), na Arena da Baixada, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Agora, para se classificar, o Furacão terá que vencer no Mineirão, em julho, por dois gols de diferença. Qualquer vitória por um gol leva a decisão para os pênaltis.

O Rubro-Negro, agora, volta suas atenções novamente à disputa do Campeonato Brasileiro. No domingo (20), a equipe de Fernando Diniz encara o Fluminense, às 19h, no Rio de Janeiro.

Confira como foi o jogo no Tempo Real da Tribuna!

Diferente do que aconteceu nos últimos jogos em casa, o Atlético apostou em uma marcação mais baixa no começo da partida. Assim, o Cruzeiro conseguia ficar mais com a bola, mas sem criar grandes oportunidades ao gol de Santos. Depois de um início ruim, o time atleticano conseguiu equilibrar as ações a partir dos 15 minutos e, aos poucos, começou a pressionar a Raposa, mas também sem criar muitas chances.

Com essa postura mais agressiva, o Furacão, que até então conseguia evitar os contra-ataques do adversário, passou a dar espaços. O Cruzeiro, em dois lances seguidos, quase marcou com Sassá. O time mineiro encontrava facilidade para atacar pelo lado direito. Foi assim que quase saiu o primeiro gol. Aos 29, Egídio cruzou e Robinho, dentro da área, mandou por cima.

Autor do gol do Atlético, Thiago Carleto se emocionou na comemoração. Foto: Albari Rosa

Autor do gol do Atlético, Thiago Carleto se emocionou na comemoração. Foto: Albari Rosa

A melhor chance dos mineiros veio aos 34. Robinho chutou forte de fora da área, Santos espalmou para trás e a bola quase entrou. O lance mais polêmico do jogo surgiu um pouco depois. Após cobrança de escanteio, Thiago Heleno cabeceou, a bola bateu no braço de Dedé, mas o árbitro Péricles Bassols Pegado Cortez nada marcou.

Nada que fizesse falta. Aos 41, Thiago Carleto, ao seu melhor estilo, cobrou falta cheia de veneno, acertou o canto de Fábio e abriu o placar na Arena. Logo depois, José Ivaldo chegou a fazer o segundo gol, mas estava impedido. Ainda no final, o Cruzeiro quase empatou. Thiago Carleto deu a bola de presente para De Arrascaeta, que saiu na cara do gol, mas Santos garantiu a vitória parcial no primeiro tempo.

Na etapa final, o Atlético teve uma postura mais segura. Sem se expor e valorizando a vitória parcial, o Furacão quase ampliou a vantagem aos dois minutos. O chileno Pavez apareceu livre no bico da área, arriscou e o goleiro Fábio defendeu. O time rubro-negro, no entanto, ainda apresentou certo desequilíbrio e quase sofreu o empate aos 12. Em contra-ataque rápido puxado por Rafinha, De Arrascaeta cruzou e Sassá, livre, cabeceou por cima.

LEIA TAMBÉM: Projeto de torcida única é cheio de furos

Duelo foi bem equilibrado na Arena da Baixada, com os dois times tentando um resultado melhor. Foto: Albari Rosa

Duelo foi bem equilibrado na Arena da Baixada, com os dois times tentando um resultado melhor. Foto: Albari Rosa

O Furacão, então, com a vantagem mínima, recuou um pouco mais e atraiu o Cruzeiro para o seu campo. A Raposa, toda no ataque, tinha dificuldades para atacar. Mas o time rubro-negro, como em outros jogos, errou demais na saída de bola. Assim, quase veio a igualdade aos 29. De Arrascaeta tentou o chute e José Ivaldo salvou.

Cada vez mais ofensivo, especialmente depois das entradas de Rafael Sóbis e Raniel, o Cruzeiro conseguiu o empate aos 34. De fora da área, o aniversariante da noite, Henrique, acertou um belo chute de fora e contou com o desvio em Thiago Heleno para marcar. O gol deixou o duelo mais aberto.

O Atlético acusou o golpe. Mais nervoso, não conseguia furar a boa postura defensiva do Cruzeiro. O técnico Fernando Diniz, então, tentou deixar a equipe mais ofensiva com a entrada de Marcinho, mas as dificuldades continuaram grandes. Mais organizado, o time mineiro conseguiu administrar e ainda chegou à virada, já no final, aos 47, quando Raniel escapou da marcação e tocou na saída de Santos, garantindo a vitória cruzeirense e aumentando o jejum do Furacão para sete partidas sem ganhar, com quatro derrotas seguidas.

FICHA TÉCNICA

COPA DO BRASIL
Oitavas de Final – Jogo de Ida

Atlético 1×2 Cruzeiro

Atlético
Santos; José Ivaldo, Pavez e Thiago Heleno; Rossetto, Camacho, Lucho González (Bruno Guimarães) e Thiago Carleto; Raphael Veiga (Matheus Anjos), Pablo e Bergson (Marcinho).
Técnico: Fernando Diniz

Cruzeiro
Fábio; Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Rafinha, Robinho (Mancuello) e De Arrascaeta (Rafael Sóbis); Sassá (Raniel).
Técnico: Mano Menezes

Local: Arena da Baixada
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)
Gols: Thiago Carleto, 41 do 1º; Henrique, 34, Raniel, 47 do 2º
Cartões amarelos: Bergson, Camacho (CAP); Egídio, Raniel (CRU)
Público pagante: 10.327
Público total: 11.455
Renda: R$ 199.500,00

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

138 Comentários em "Atlético leva virada do Cruzeiro e segue com jejum de vitórias"


CFC
CFC
9 dias 11 horas atrás

Fica Diniz!!! kkkkkkk

Fernando Pereira
Fernando Pereira
9 dias 13 horas atrás

Esse timeco que será campeão mundial? Esse que representa o Estado?? kkkkkkkkkkkkkkkkk
VERGONHA!!!!!
Fanatic1us torcida de sacola rsss…..
Chora poodles, fica Diniz e paguem o estádio com dinheiro público!!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

soy tricolor
soy tricolor
9 dias 14 horas atrás

Já era chamado de MUFATÃO, com aquela sacolada na arquibancada então, só faltaram os carrinhos para levar as compras hahahahahahahahahahahahahahahaha

Marcio
Marcio
9 dias 14 horas atrás
Franco Atirador
Franco Atirador
9 dias 15 horas atrás

Timinho de série C, irão para o Guinness com a maior sequência de derrotas.

1 2 3 14
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas