enkontra.com
Fechar busca

De Letra

DEU FURACÃO!

Atlético vence o Coritiba no clássico Atletiba e faz a festa na casa do rival

O time de aspirantes do Furacão, com uma atuação equilibrada e de poucos erros, venceu o Coritiba por 1×0

  • Por Luiz Ferraz

paranaense

Não tem Arena, não tem fator casa, mas o Atlético, por enquanto, é o rei dos clássicos do Campeonato Paranaense. O time de aspirantes do Furacão, com uma atuação equilibrada e de poucos erros, venceu o Coritiba por 1×0, na tarde deste domingo (4), no Estádio Couto Pereira, e encaminhou a sua classificação para a semifinal da Taça Dionísio do Estadual. Enquanto o time rubro-negro lidera o grupo B com 10 pontos, o Coxa permaneceu com 5 e agora ocupando a 4ª posição do grupo A.

Na próxima rodada do Estadual, o time atleticano pode encaminhar a classificação diante do Cascavel, fora de casa, no sábado. No mesmo dia, o Verdão, também no interior do Estado, encara o Londrina. Antes disso, porém, o Coritiba vai tentar a classificação na Copa do Brasil diante do Parnahyba, nesta quarta-feira (7), no Piauí.

O clássico foi bastante equilibrado no primeiro tempo. Os dois times tinham estruturas de jogo parecidas e, assim, as chances apareceram somente nos erros dos adversários. Mesmo assim, o Atlético começou melhor e criou duas boas chances nos primeiros minutos com o lateral Renan Lodi, mas faltou pontaria ao camisa 6 rubro-negro. O Furacão seguiu com o domínio da partida e criando boas chances. Aos 8 minutos, em contra-ataque rápido, Éderson tabelou com Giovanny, bateu colocado e Wilson fez grande defesa.

Leia mais: Paraná Clube fica apenas no empate com o Toledo, mesmo com um jogador a mais

Aos poucos, o Coritiba conseguiu equilibrar a partida. O Atlético, a partir dos 20 minutos, caiu de produção. Melhor, então, para o time coxa-branca, que chegou perto de marcar aos 23 minutos. Em contra-ataque puxado por Julio Rusch, Guilherme Parede, da entrada da área, chutou forte, mas acertou a rede por fora. O Furacão respondeu na sequência, mas Wilson salvou o chute de fora da área de Deivid.

Enquanto o Atlético tinha mais posse de bola, mas era pouco efetivo, o Coritiba, ainda com muita dificuldade no seu setor de criação já apresentada em jogos anteriores, seguia errando muitos passes. Em uma dessas falhas, Iago Dias deu a bola de presente para Yago, que arriscou da entrada da área, mas errou o alvo. O Coxa foi construindo suas jogadas ofensivas nos erros do Furacão e na inspiração de Guilherme Parede, que teve uma boa atuação pelo lado esquerdo. Aos 41, depois da boa trama de Parede com Julio Rusch, William Matheus arriscou e mandou para fora a última chance do primeiro tempo.

Foto: Marcelo Andrade.

Foto: Marcelo Andrade.

O Coritiba voltou melhor do intervalo. O time coxa-branca adiantou suas linhas de marcação e passou a forçar o erro do Atlético. Aos 2 minutos, Ruy deixou Guilherme Parede livre, mas o chute saiu fraco. O Coxa seguiu com o controle do jogo e pressionando o Furacão em busca do gol. Aos 6, José Ivaldo errou feio na saída de bola, Guilherme Parede recuperou, saiu na cara do gol, mas Santos salvou.

Quando finalmente conseguia jogar bem pela primeira vez no Campeonato Paranaense, o Coritiba sofreu o primeiro gol. Aos 9 minutos, João Pedro cobrou falta e achou Éderson, que cabeceou sem chances para Wilson. O Coxa reclamou muito da origem do lance alegando que o lateral William Matheus não teria cometido a falta no atacante Éderson.

O Atlético, a partir do gol, se fechou na defesa para tentar explorar os contra-ataques. O Coritiba, diante da boa postura defensiva do Furacão, não conseguia furar a retranca do rival. Kady entrou na vaga de Ruy e o Verdão até melhorou seu poder de criação. O Coxa voltou a assustar o Rubro-Negro somente aos 26 minutos. Depois da cobrança de escanteio de Julio Rusch, Vitor Carvalho cabeceou com perigo.

Confira a tabela do Campeonato Paranaense!

As entradas de Demethryus e Felipe Dorta aumentaram o poder de contra-ataque do Atlético. Em uma dessas investidas, aos 30 minutos, Éderson recebeu na área, tentou de voleio, mas errou o alvo. O time coxa-branca até tinha mais posse de bola, mas faltava qualidade técnica e inspiração, sobretudo do atacante Alecsandro, que no dia do seu aniversário, fez mais uma partida muito ruim.

Para melhorar a criação e tentar o empate, o Coritiba apostou na entrada do meia Yan Sasse. Só que o Atlético seguia retrancado e dificultando as ações ofensivas do Verdão. Apesar da insistência do time coxa-branca, faltou qualidade e inspiração ofensiva para a equipe de Sandro Forner, que perdeu a invencibilidade em casa e se complicou no Paranaense.

CAMPEONATO PARANAENSE
Taça Dionísio Filho – 4ª Rodada

Coritiba 0x1 Atlético

Local: Estádio Couto Pereira
Árbitro: Lucas Paulo Torezin
Assistentes: André Luiz Severo e Wesley Waldir Marmitt
Gols: Éderson, 9 do 2º
Cartões amarelos: Bruno Guimarães (CAP);
Público pagante: 13.184
Público total: 16.550
Renda: R$ 398.695,00

Coritiba
Wilson; Benítez, Thalisson Kelven, Romércio e William Matheus; Vitor Carvalho (Thiago Lopes), Júlio Rusch e Ruy (Kady); Iago (Yan Sasse), Guilherme Parede e Alecsandro.
Técnico: Sandro Forner

Atlético
Santos; Gustavo Cascardo, José Ivaldo, Émerson e Renan Lodi; Deivid, Bruno Guimarães e João Pedro; Giovanny (Demethryus), Yago (Felipe Dorta) e Éderson (Léo Pereira).
Técnico: Tiago Nunes

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

107 Comentários em "Atlético vence o Coritiba no clássico Atletiba e faz a festa na casa do rival"


Everton
Everton
3 meses 14 dias atrás

E vem a chapeeeee!

Furacão das Américas
Furacão das Américas
3 meses 17 dias atrás

nem tem graça zoar mais… bate em bêbado..

Nerildo Dal Pra
Nerildo Dal Pra
3 meses 16 dias atrás

Verdade, perdeu a graça!

furacao1977
furacao1977
3 meses 17 dias atrás

Furacão ganhar do coxinha só de um… é pouco. Nem o fato de ter sido no Esgouto Pereira, nem o fato do Furacão ter entrado com o time de aspirantes alivia a decepção. Ganhar do coxa hoje é de três para cima, só de um é uma vergonha. O coxa é time encaminhado para a Série C!

vanderlei ribeiro
vanderlei ribeiro
3 meses 17 dias atrás

terceirona a vista tigrada

a maior torcida doPrCoxa
a maior torcida doPrCoxa
3 meses 17 dias atrás

será que esse samir vai conseguir ser pior que o bacellar. Jogadores sub 20(a maioria) sem condições de jogar na Coritiba. Sempre Coritiba, a maior torcida do Pr

Corisco
Corisco
3 meses 17 dias atrás

kkkkkkk….Wilson, Alecsandro, Benitez, Wilian Mateus, Ruy, Kady, Guilherme Parede….sub 35….kkkk….kkkk

1 2 3 14
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas