enkontra.com
Fechar busca

Faculdade Dom Bosco

Graduação online

Apresentado por:

Formada em Psicologia, Lorena optou pelo EAD em sua segunda graduação. Foto: Giuliano Gomes

Preço acessível atrai muita gente ao EAD. Veja dicas para escolher bem um curso a distância

Formada em Psicologia, Lorena optou pelo EAD em sua segunda graduação. Foto: Giuliano Gomes
  • Por Paula Weidlich

Escolher quando e onde você irá estudar e ainda ter acesso a mensalidades, em média, 50% mais baratas. Estas são apenas algumas das vantagens que têm atraído cada vez mais gente para os cursos de Ensino a Distância (EAD). Sejam de graduação, pós-graduação ou cursos livres, eles têm facilitado a vida de muita gente, entre elas a psicóloga Lorena Vedovato de Almeida, 25 anos, que após já ter feito uma graduação em psicologia e uma pós-graduação na mesma área, ambas presenciais, decidiu se matricular em um curso de EAD, na graduação em Gestão de Recursos Humanos.

“Escolhi o EAD por conta da minha rotina, em primeiro lugar, porque eu não conseguiria fazer um curso presencial. Eu vim do ensino tradicional presencial, e pelas minhas práticas profissionais, precisava fazer um curso de RH, só que este curso precisava ser a distância. Por isso escolhi o EAD, para conseguir conciliar tudo”, contou. “É unir o útil ao agradável, financeiramente é bem acessível. Acessível a todas as pessoas, de maneira geral, porque é um valor bem mais barato que uma graduação presencial, por exemplo. E se você trabalha, se separar uma hora do seu dia, vai conseguir estudar. Recomendo”.

Adaptação

Sobre o novo jeito de estudar, ela conta que a experiência deu certo, mas que no início, teve que se acostumar. “Deu certo, mas no começo foi complicado, não por falha do sistema, mas para que conseguisse sair da mentalidade do presencial. Você tem que ser muito autodidata, ninguém te avisa de prazos, tem lá sua agenda, você tem que ter sua responsabilidade. Eu tive que me adaptar ao EAD e depois disto, tudo tranquilo. Consegui aprender, conciliar minha vida profissional e pessoal”, afirmou Lorena, aluna do último período da graduação.

Para quem tem dúvidas sobre como escolher o melhor curso de EAD, Lorena dá dicas. “É importante analisar a grade curricular, para saber como vou aplicar o conteúdo na minha profissão. E saber o que o mercado de trabalho está esperando das pessoas que estão fazendo este curso. Além disto, verificar a atualização dos professores. A grade curricular pode ser boa, mas os professores também têm que ser. Colocaria estas duas coisas em primeiro lugar, os professores e a grade curricular”, indica.

O que avaliar?

Para o coordenador do Núcleo de Educação a Distância da Faculdade Dom Bosco, professor Charles Dalla Costa Félix, algumas dimensões do ensino são equivalentes no EAD e no presencial. “O estudante precisa pensar primeiramente qual é a profissão que ele quer seguir, da mesma forma que no ensino presencial. Se ele tiver a oportunidade de conversar com profissionais que já atuam nesta área, é bem interessante. O estudante já consegue também neste momento ter contato com profissionais que estão atuando no mercado, que já se formaram nas primeiras turmas de educação a distância, para ouvir a experiência deles”, diz o professor, que ainda recomenda buscar estas pessoas pela internet ou nas redes sociais.

Depois de escolhida a profissão, o professor indica pesquisar sobre os cursos e a estrutura oferecida pelas instituições. “A gente tem uma grande oferta, várias instituições oferecendo uma ampla gama de cursos, na modalidade a distância. Mas da mesma forma que os parâmetros de qualidade no ensino presencial são bem conhecidos, as instituições também mantêm padrões de qualidade para o ensino a distância. Neste caso, o ideal é procurar as instituições que já são reconhecidas pelo mercado, com tradição, que são transparentes em dar suas informações”, diz Félix.

Depois disto, os próximos critérios podem ser avaliar a tecnologia que estão oferecendo para esta experiência de ensino. E para quem ainda têm dúvidas e não sabe se terá a disciplina necessária para cursar uma graduação ou pós-graduação a distância, uma boa ideia é fazer um “teste”. “Uma boa dica para o estudante também seria experimentar, fazer um curso de curta duração para se ambientar e verificar se ele se adapta, um curso mais rápido, de menor investimento ou até algumas oportunidades gratuitas. Ele pode rapidamente avaliar se aquela experiência atende às expectativas e depois assumir um compromisso maior, uma graduação ou pós”, orienta o coordenador.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Mais lidas

Últimas Notícias

Mais comentadas