enkontra.com
Fechar busca

Publicidade

Piraquara

Despensa cheia

Em um gesto de solidariedade, pelo menos onze pessoas já levaram alimentos para o casal de desempregados Naiara e Luiz Fernando da Silva Machado, moradores do bairro Guarituba, em Piraquara. Depois da reportagem publicada na Tribuna da última quinta-feira (12), relatando que a despensa da família tinha apenas um quilo de arroz, vários leitores foram até a residência do casal para ajudar. “Quero muito agradecer”, diz Naiara.

Apesar de agora o armário de comida e a geladeira estarem mais cheios, o casal continua passando por dificuldades. O pequeno Hugo, de 10 meses, não tem fralda descartável (tamanho G) e nem carrinho de passeio. “Agora que passou o fim do ano e muita gente reformou a casa, gostaria de pedir que, caso alguém tenha sobras de material de construção, que traga para nós”, pede a desempregada.

Trabalho

Mas o que o casal queria mesmo era arrumar empregos. “Não queremos viver de caridade, mas sim do nosso esforço. Só queremos trabalhar, nada mais”, fala Naiara. Na terça-feira (17), ela e o marido foram a uma Agência do Trabalhador, mas não acharam nada com o perfil deles. “Está muito difícil”, avalia ela.

Naiara e Luiz têm apenas 19 anos de idade e não possuem formação. Os dois trabalham fazendo pequenos “bicos”, ela como faxineira e ele como ajudante de obras. Eles moram com dois filhos – além de Hugo, tem Stephany, de 1 ano e 10 meses – em um quarto e sala nos fundos da casa da mãe dela. “A gente queria muito aumentar a casa, pois é muito pequena”, revela a jovem.

Mãe se desdobra

Foto: Felipe Rosa

Naiara pede emprego para o marido. Foto: Felipe Rosa

A principal ajuda do casal vem da mãe de Naiara, Aparecida do Espírito Santo. Aposentada, a mulher tem problemas de saúde e ajuda como pode. “Pego reciclagem pra tirar um troco. Pego R$ 10 aqui e já compro de comida ali para as crianças”, revela. Dona Aparecida cedeu o terreno para a construção da casa do casal. “Aqui é tudo o que me restou depois que fiquei viúva”, relata.

Mãe de nove filhos, Aparecida ficou viúva quando estava grávida de Naiara. “Criei todos os nove sozinha”, conta. Sem pensão e sem aposentadoria, a mulher ainda trabalha pesado para poder se manter.  No terreno vivem, ao todo, seis pessoas. Apesar das dificuldades enfrentadas, dentro das residências tudo é organizado e limpo.

Sonho realizado

Camile Vitória Leal, 10 anos, está que não cabe em si, de tanta felicidade. A neta de Aparecida, que também mora no mesmo endereço, havia contado na reportagem da Tribuna que seu “sonho de consumo” era ter uma bicicleta. Na sexta-feira passada (13), o gerente contábil Geraldo Antonio Krzywy, de Curitiba, realizou o sonho da menina. “Fiquei comovido com a história deles”, afirma Geraldo.

Ele está acostumado a praticar caridade. Todos os meses ele leva uma cesta básica para uma família carente. “Não devemos dar só o que está sobrando. O que está sobrando somos obrigados a dar. O que temos que fazer é partilhar”, observa. Na sexta, mandou entregar a bicicleta e pediu para que Naiara gravasse tudo. Confiram no site da Tribuna a alegria da menina com o novo brinquedo no vídeo gravado pela família.

Foto: Felipe Rosa

Foto: Felipe Rosa

Como ajudar?

– Telefone para contato: 99158-1370 (Naiara)
– Doações em espécie: Rua São João, 32 – Guarituba – Piraquara.
– Doações em conta:
Caixa Econômica Federal
Agência 3.509
Conta Poupança 12.399-1
Luiz Fernando da Silva Machado
CPF: 109.459.889-58

Leia mais sobre Piraquara

Sobre o autor

Raquel Tannuri Santana

Raquel Tannuri Santana

Jornalista de texto apaixonada por fotografia. Adora gente e contar histórias. Tem três cães e dois gatos, mora numa chácara e respira ar puro. Acredita que só a gentileza pode mudar o mundo!

Deixe um comentário

avatar

1 Comentário em "Despensa cheia"


é FURACÃO MERMÃO
é FURACÃO MERMÃO
1 ano 3 meses atrás

e pensar q dias atrás um agricultor jogou toneladas de tomates fora, enquanto muitos passam fome…poderia ter feito um bem como esses q ajudaram

wpDiscuz
(41) 9683-9504