enkontra.com
Fechar busca

Publicidade

Curitiba

Inteligência peso pesado!

Halterofilista-Julio-Ferraz-2
Maria Luiza Piccoli

Os competidores se alinham. No ginásio, só os mais fortes. Músculos esculpidos, construídos com muito custo. Soa a buzina. Na hora de levantar a barra pesada é necessário mais que força. Pra não perder o foco, cada atleta tem um mantra. “No pain, no gain” que traduzido para o português soa como “sem dor, sem vitória” é um dos mais conhecidos. Outros, até soam engraçado: “se for pra desistir, desista de ser frango”; “coma como um leão, durma como um urso e treine como um cavalo”; “o que cresce natural é planta. Como não sou, eu treino”, e por aí vai.

Enquanto a maioria busca motivação em bordões como esses, Júlio Ferraz, 36, mentaliza Nietzche: “nenhum vencedor acredita no acaso”. Filósofo, palestrante motivacional, ex-jogador de futebol e halterofilista, o atleta está se preparando para disputar o mundial de levantamento de peso, em agosto, no Uruguai. A Tribuna foi conhecer melhor o figurão que hoje representa o estado nas principais disputas das categorias em que participa (powerlifting, levantamento terra e supino) e prova que sim: existem cabeças pensantes por trás dos aparentes “brutamontes”.

A rotina é intensa. Seis vezes por semana mesclando atividades divididas entre exercícios de esforço e hipertrofia. Tudo isso para manter a musculatura e o percentual de gordura adequado. Além do esporte, a dieta regrada é calculada sob orientação profissional. “É como diziam os romanos: “mens sana in corpore sano” ou “mente sã, corpo são””, cita o atleta carioca que, quando larga os halteres dá vez aos livros de filosofia. “Muita gente estranha ao se deparar com um esportista que também é filósofo. Parece que não casa. Mas isso é puro julgamento. A ciência não só explica minha paixão pelo levantamento de peso, como também a motiva”, revela.

“Nenhum vencedor acredita no acaso”, diz Júlio, citando o filósofo Nietzche. Atleta está se preparando pra disputar o campeonato mundial de levantamento de peso, em agosto, no Uruguai. Fotos: Felipe Rosa.

“Nenhum vencedor acredita no acaso”, diz Júlio, citando o filósofo Nietzche. Atleta está se preparando pra disputar o campeonato mundial de levantamento de peso, em agosto, no Uruguai. Fotos: Felipe Rosa.

Pensadores

O interesse pelos grandes pensadores começou ainda no Rio de Janeiro, quando atuava como jogador de futebol profissional. Entre os pensadores prediletos, Jean-Paul Sartre, Platão e Aristóteles. Já morando em Curitiba, Júlio conheceu, ao mesmo tempo, Nietzche e o Halterofilismo. “Coincidiu de eu começar a trabalhar numa universidade, com acesso à filosofia de Nietzche e, no mesmo período, ser convidado a entrar numa equipe de halterofilismo”, lembra.

A escalada no universo da alta performance foi rápida e, desde então,aforça da mente e a força do corpo nunca mais trabalharam separadas. “Já dizia Nietzsche: “demore o tempo que for para decidir o que você quer da vida e, depois que decidir, não recue ante nenhum pretexto, porque o mundo tentará te dissuadir.” Eu achei a minha praia e não pretendo abandonar tão cedo”, afirma.

Títulos

Colecionador de títulos, Júlio contabiliza 45 vitórias individuais, 12 por equipe e 4 internacionais. O carioca é também campeão sul-americano de powerlifting, campeão mundial de levantamento terra, campeão sul-americano de levantamento terra estreante e open, além de vencedor de 31 títulos nacionais, de 11 prêmios por coeficiente (peso levantado vs peso corporal) e de 3 prêmios como atleta de destaque. Pensa que acabou? Júlio é também recordista mundial (3 quebras), sul-americano (4 quebras) e brasileiro (22 quebras).

“Penso que o treino e a rotina são fundamentais. Não importa o nível de dificuldade, isso vale de pessoa para pessoa. O importante é a sensação de superação e busca de objetivos. Antes de ser atleta, eu achava que os praticantes de halterofilismo eram pessoas vazias, que se preocupavam apenas com o corpo. Hoje percebo que eu estava enganado. Levantamento de peso vai muito além do ego”, afirma o atleta que, recentemente, ingressou também no universo das palestras motivacionais.

Se a Curitiba de 2018 fosse a Atenas de 600 a.C., Júlio seria como um misto dos mitológicos Hércules (pela força) e Édipo (pela inteligência). Quase como um herói dos nossos tempos, Júlio  só se difere dos Olímpicos por um simples detalhe, que felizmente, prova que o “Übermensch”, ou “Super-Homem” de Nietzche, ainda é gente como a gente. “Vez ou outra eu cedo a alguns caprichos, dou uma escapulida e me jogo numa feijoada”, brinca.

Sobre o autor

Maria Luiza Piccoli

Maria Luiza Piccoli

Deixe um comentário

avatar

22 Comentários em "Inteligência peso pesado!"


Fabio Lucas
Fabio Lucas
13 horas 57 segundos atrás

Acompanho há tempos a carreira dele, além de ótimo palestrante é um cara incrível. 😀

Leandro
Leandro
13 horas 7 minutos atrás

Já estive numa palestra desse cara e me emocionei muito. PARABÉNS pela matéria.

Exterminador
Exterminador
1 dia 2 horas atrás

Deus dotou os seres humanos de inúmeras virtudes e um sem número de defeitos. Possibilitou a todos a alegria e a tristeza. Mas uma parte dos seres humanos é acometida de um sentimento demoníaco e profundo chamado inveja. E os que padecem desta enfermidade são inconformados natos e só conseguem realizar-se pelo fracasso alheio. Deixa o cara gostar do que ele quer. Ele sente-se bem em ser halterofilista e filósofo ao mesmo tempo? Sorte dele e das pessoas que ele deve inspirar. Boa Sorte, híbrido de Hércules e Édipo.

Cibele
Cibele
1 dia 8 horas atrás

um em um milhão

Professor Eduarto
Professor Eduarto
1 dia 8 horas atrás

Eis um achado de pedra preciosa entre um monte de terra e ignorância. Parabéns!

Celia
Celia
1 dia 8 horas atrás

interessante, nunca imaginaria um marombeiro intelectual

Icaro
Icaro
1 dia 8 horas atrás

Super fã, legal.

Ronnet
Ronnet
2 dias 1 hora atrás

Que reportagem tosca. E o cara, para pôr a ‘cereja no bolo’ diz: ”dou uma escapulida e me jogo numa feijoada” É muito ‘gaysismo’.

Thomas T
Thomas T
1 dia 13 horas atrás

Essa tábua leva prego.

Pacato
Pacato
2 dias 5 horas atrás

Esse cara deve ser filho do dono da tribuna.
É a segunda matéria com ele essa semana.

JOANNE
JOANNE
2 dias 9 horas atrás

um lobo nunca perde o sono , por causa da opiniao de ovelhas. ele é o lobo e vcs, nunca passaram de ovelhas , pobres , estupidas, vivendo suas vidas miseraveis. Ele é um campeao, um pensador , alguem que merece destaque . aposto que ninguem da tribuna ouviu suas historias , porque elas nao fazem diferença. vcs sao um subproduto da humanidade, escondidos atras do computador,sedentos de inveja e furia . vcs me dao pena .

Dan Shit
Dan Shit
1 dia 11 horas atrás

E vc deve ser a marmita desse cara. Nossa!!! Que inveja que tive desse cara…ah vsf minha filha!!!!

Thomas T
Thomas T
1 dia 13 horas atrás

Joanne pra mim jé te digo, esse cidadão é o típico millenial, cara quase beirando os 40 que mora com a mãe e não tem objetivo de vida definido. Porque sabemos que não tem como viver do esporte na categoria que ele selecionou. Quanto ao pensamento filosófico procure a teoria individualista, que na sociedade de hoje não é aplicável. Falou em lobo e ovelhas mas está sendo gado.

Furacão das americas
Furacão das americas
2 dias 8 horas atrás

mais uma retardada que ficou 2hs no google procurando um monte de palavra difícil pra vir aqui vomitar e pagar de ”intelectual”…. vc que da pena… deve ser mais uma mal amada….

wpDiscuz
(41) 9683-9504