enkontra.com
Fechar busca

Publicidade

Centro Cívico

Binário “bombando”

Foto: Daniel Caron.
Escrito por Lucas Sarzi

Quem passou pelo binário das ruas Mateus Leme e Nilo Peçanha no final da tarde desta terça-feira (28) e no começo da manhã desta quarta-feira (29) pode ter enfrentado congestionamento. A explicação da superintendência de trânsito da prefeitura de Curitiba é a de que as adaptações ainda estão sendo feitas, conforme a necessidade, por isso vão levar uns dias para que tudo esteja dentro dos conformes.

Nestor ficou assustado com as mudanças. Foto: Daniel Caron.

Nestor ficou assustado com as mudanças. Foto: Daniel Caron.

A mudança nos sentidos das ruas foi aprovada por muitos motoristas, que se mostraram satisfeitos e esperançosos com a possibilidade de melhora no fluxo dos veículos. O que irritou muita gente é que, nos horários de pico, ruas do entorno, como a Rua Carlos Pioli e até mesmo a Avenida Desembargador Hugo Simas, foram afetadas.

“Passei pelo cruzamento da Carlos Pioli com a Hugo Simas no fim da tarde e me assustei. Fiquei alguns minutos parado num congestionamento que parecia não ter fim. Não entendi o que estava acontecendo, porque quando cheguei ao cruzamento da Mateus Leme, estava tudo tranquilo”, comentou Nestor José Tech, comerciante que mora próximo ao binário.

A reclamação de Nestor era parecida com a de muita gente que passou pela região no horário de maior movimento. Teve também quem questionou o fato de que o maior fluxo de veículos agora estaria na Nilo Peçanha, “que não passou por nenhuma melhoria e logo se tornará uma grande pedra no sapato dos que por ali passam”, defendeu João Cezar, leitor da Tribuna do Paraná.

Leia mais: Binário da Rua Mateus Leme melhorou o trânsito?

Samuel acredita que trânsito ficará melhor. Foto: Daniel Caron.

Samuel acredita que trânsito ficará melhor. Foto: Daniel Caron.

Embora a reclamação pelo grande movimento no horário de pico, os motoristas elogiaram a mudança e continuam esperançosos de que tenha sido para melhorar o trânsito. “Está meio transtornado agora no começo, por isso os congestionamentos, mas acho que vai melhorar”, comentou Samuel Bolicha, que passou pela primeira vez.

Foto: Daniel Caron.

Foto: Daniel Caron.

Vai melhorar

A superintendente de trânsito, que permaneceu nesta terça-feira durante todo o dia avaliando tecnicamente como ficou o binário, reforçou a explicação de que aos poucos as adaptações vão ser feitas. “Já imaginávamos que teriam congestionamentos nas vias transversais, principalmente nos horários de pico. Por isso agora vamos avaliar pontos que precisam ter mudanças, ajustes, nos sinaleiros para que o trânsito flua melhor”, disse Rosângela Battistella. Ouça:

Essas adaptações vão ser feitas ao longo da semana, mas Rosângela também explicou que vão alguns dias para que todos estejam conhecendo totalmente o binário. “As pessoas também ainda estão se adaptando e até mesmo os aplicativos de GPS também ainda não foram atualizados. A partir do momento que tudo esteja alinhado, as vias vão ficar menos congestionadas”. Ouça:

Leia mais: Já rolou acidente no novo binário de Curitiba

A superintendente de trânsito acredita que, pelo menos, por mais duas semanas, as pessoas já estejam entendendo de fato toda essa mudança. “O que nós queremos frisar, é que estamos de olho e os agentes de trânsito têm feito papel fundamental para nos municiar com informações de deficiências que notem, para que possamos fazer os ajustes”. Ouça:

Sobre o autor

Lucas Sarzi

Jornalista formado pelo UniBrasil.

Deixe um comentário

avatar

33 Comentários em "Binário “bombando”"


robe
robe
4 meses 13 dias atrás
Quanta ingenuidade! “Como vai melhorar ” se eles estão tirando opção de ruas das pessoas? Eles estragaram toda a região com estes pavorosos binários. Aliás, já tinham estragado a rua Nilo Peçanha faz uns 10 anos e agora enterraram ela de vez, mas não satisfeitos, enterraram junto a Av, Hugo Simas. É tão absurda a bagunça que fizeram que eu teria que escrever um livro para explicar mas, simplificando, simplesmente a Av. Tefé vai pegar trafico de uma 4 ruas e vai ficar completamento congestionada na hora do pico. Eu só dou risada, porque felizmente não moro mais no Pilarzinho… Leia mais »
Marcos
Marcos
4 meses 16 dias atrás
Um dos grandes problemas que segue sem solução no “novo binário” e na cidade inteira é a falta de fiscalização. Falta de fiscalização especialmente referente ao uso do celular, este que contribui muito para a formação de congestionamentos e acidentes. Todos os dias percebe-se que cresce o números “motoristas” dirigindo com a cara enfiada no smartphone. Tais “criaturas” são incapazes de observar o sinal abrir e arrancar o carro de maneira eficiente e pior do que isso, não dirigem com atenção e prudência pois se assemelham a “zumbis” no trânsito, que mudam de faixa sem sinalizar, freiam sem motivo e… Leia mais »
João
João
4 meses 15 dias atrás

Esse problema é na cidade inteira, não é a causa só no binário

Dan Shit
Dan Shit
4 meses 16 dias atrás

Só expulsar esse pessoal de fora que vem morar em Curitiba que já resolve.

Denival Jeter Guimarães
Denival Jeter Guimarães
4 meses 16 dias atrás

E desde quando fazer este tipo de intervenção melhora o trânsito?? Em São Paulo estão fazendo isso desde 1980, e fazendo obras mais complexas que binários idio – tas. Constroem viadutos, e outras coisas e o trânsito só piora, o mundo inteiro já que isso não resolve e só cria mais demanda, o certo é investir em transporte público, criar ciclofaixas e reformar calçadas.

Denival Jeter Guimarães
Denival Jeter Guimarães
4 meses 16 dias atrás

Kkkkkk! Era lógico que isso ia acontecer, todo fluxo que era divido entre várias rotas agora cai todo na mesma rua, e além disso tem a demanda latente, muita gente que ia de ônibus, ou de outra forma agora resolve tirar o carro da garagem. Eu sou um desses, ia de bike, agora vou com meu carro velho bem devagar já que tiraram a minha forma de ir. Vou me juntar aos diversos asnos de Curitiba e ir de carro também, para ajudar a aumentar o engarramento!!! kkkk

Baotambem
Baotambem
4 meses 15 dias atrás

Eu vou de bike e continuo indo de bike, pq que tiraram sua forma de ir se a ciclovia paralela com a Matheus continua no mesmo lugar?

Denival Jeter Guimarães
Denival Jeter Guimarães
4 meses 16 dias atrás

Kkkkkk! Era lógico que isso ia acontecer, todo fluxo que era divido entre várias rotas agora cai todo na mesma rua, e além disso tem a demanda latente, muita gente q

Joao
Joao
4 meses 16 dias atrás

É só voltar pá sp q lá é baum

Rafael Erica
Rafael Erica
4 meses 17 dias atrás

Esse binario pra funcionar tem que terminar no Abranches. Eu não uso mais a Mateus Leme para Alm. Tamandaré. Só vou pelo Taboão ou pela Cachoeira

João
João
4 meses 18 dias atrás

Ficou péssimo o trânsito na região.
Infelizmente os estudos foram mal feitos e os resultados piores que o desejado.

Agora tem que gastar dinheiro para desfazer o erro, infelizmente.

João
João
4 meses 15 dias atrás

A mania de reclamar antes de uma adaptação. Coisas de curitibanos… não entendem que o real problema é a quantidade de carros maior que a capacidade de escoar o trânsito…
João, o original.

le
le
4 meses 21 dias atrás

vai melhorar para pior… bando de burros… nos proximos dias os carros irao desaparecer para nao ter congestionamento ?

é caminhio para alm.tamandare, itaperucu, e por ai vai…

wpDiscuz
(41) 9683-9504