enkontra.com
Fechar busca

BLOGS

Marcelo Kasprzak

O mundo é seu viaje

Marcelo Kasprzak

Viagem e turismo

Sensações e Paraíso

  • Por Tribuna do Paraná

     Quanto mais se tira, mais se tem … … fotos !    Claro, elas são importantes, são obrigatórias, aliás sou um fanático por elas, estas colunas estarão ilustradas ( dentro do possível mostrarei alguns lugares onde estive ), pois não há como pensar em viagens e lugares sem mostrá-los, e em cores ! Já vi famosos livros de viagens com fotos em preto e branco parecendo um xerox … é pra acabar, não ? Se é para colocar preto e branco, melhor nem por, pois muitas vezes uma imagem vale mais que mil palavras ( ditado antigo ), a não ser que o tema seja propício para tal demonstração.   Porém dá pra chegar no nível de ter realmente as fotos que valem a pena, aquelas que demonstram a sua realização e lhe remetem novamente ao lugar como se tivesse sido ontem. Alguns suvenirs são únicos e exclusivos de cada lugar, há quem diga também que não existe viagem sem suvenir, adoro alguns … mas a única coisa que realmente ninguém lhe tira são as lembranças essas sim serão para todo o sempre ! Já perdi milhares de fotos guardadas em computador. Hoje em dia faço vários back ups, apesar de que o que realmente importa são as sensações vividas.    

     A empolgação que passam os turistas novatos é absolutamente comum, depois que você já é mais habituado ou veterano, observa as mesmas coisas que você fazia lá nos primeiros roteiros, ou seja : Tirar fotos ou filmar absolutamente tudo ( foto das entradas, das saídas, pilotos, comandantes, guias, mesas de buffet e até da comida ! Apresentações, danças …  entrar na cabine do avião ou de um navio … ) … até acabar a bateria e ficar doido por deixar de registrar alguma coisa, fato que já aconteceu comigo … rrr … rsrs … e a empolgação pode lhe atingir mesmo após muitas viagens, dependendo do roteiro …

     Outros dizem que não há viagem sem sabor, degustação ou uma boa alimentação, para quem viaja com a intenção de provar outros gostos, muitos fazem isso. É tudo uma grande mistura, mas o que importa é ” sentir ” e ampliar os horizontes. Eu particularmente acredito que se você quer comer bem mesmo, coma em casa ao seu gosto ou na sua cidade onde você conhece os bons restaurantes. Comer fora quando viaja é sempre um risco, um tiro no escuro, pois mesmo que lhe indiquem um lugar, você pode ainda odiar e em alguns lugares pelo mundo a comida será indigesta para você. Já em outros lugares será sem dúvida maravilhosa. Alguns programas de viagem demonstram apresentadores comendo absolutamente de tudo … vai de cada um …

     Comece com a possibilidade de abrir o leque, pode ser aí mesmo no seu país ou no seu estado ( falando de um modo geral para todas as nacionalidades ) ou aqui mesmo no Brasil ( para os brasileiros ), com certeza terá excelentes surpresas. Num país grande, viajar para outra região é como trocar de país que fala a mesma língua, porém mesmo no Brasil não entendemos, às vezes, o que o nosso irmão nordestino ou gaúcho fala, são tantos dicionários dentro do nosso português abrasileirado pela diferença de sotaques e culturas regionais que ficamos, de certa forma, sem entender … considerando que o Brasil chega a ser maior que toda a Europa ( excluindo a Rússia ). E isso chega a ser complicado, um país continental como o Brasil não ter uma segunda língua, oficialmente falando. O único país da América latina que fala somente Português … talvez mesmo por causa do tamanho territorial, caso contrário poderíamos estar muito mais influenciados pela língua espanhola, por exemplo. Não que eu seja adepto ou defenda o espanhol, mas a grande maioria do povo brasileiro não entende nossos hermanos, ainda mais sendo do MERCOSUL, deveríamos é ter também uma mesma moeda como na Comunidade Européia.  Nós precisamos de legendas para entendê-los !? Eu mesmo confesso já ter estado em Buenos Aires e ter de conversar em inglês com um vendedor para comprar uma bateria de uma filmadora, isso porque não compreendia o espanhol do argentino, já que meu Portunhol talvez não seja grande coisa, fato que depende de pessoa para pessoa durante a conversa. Daqui algumas publicações vou citar argumentos da necessidade de se falar outro idioma para viajar com mais tranqüilidade e segurança. 

O PARAÍSO

     A definição de ” Paraíso “ é muito relativa. O que pode ser Paraíso para você pode ser o ” inferno ” para outro ser humano, considerando ainda que vai depender da situação em que a pessoa esteja vivendo. Para mim, Paraíso é estar em um lugar que você goste, sinta-se bem, tenha paz e seja absolutamente lindo aos seus olhos, sendo que para uma maior precisão e aproximação real da palavra seria também o sossego e a tranqüilidade devido à escassez humana. Um lugar intocado pelo homem.

     Paraíso = Lugar de delícias, onde, ao que reza a Bíblia, Deus colocou Adão e Eva; Éden. O céu. Lugar aprazível. 

     Portanto, de acordo com a definição acima retirada do Dicionário Aurélio, retornando ao tempo de Adão e Eva, a quantidade de pessoas é fundamental para tal definição. E, como citei, depende do ponto de vista de cada um ou de onde costuma ir para se ter noção de Paraíso. Para algumas pessoas o Paraíso pode ser no meio de uma cidade com milhões de habitantes, para outros no meio do deserto devido ao silêncio ou talvez na neve ( há quem ame lugares bem frios ) … mas seguindo a definição e aquelas cenas que temos na mente sobre como era o mundo ” no tempo de Adão e Eva “ ( ou quando o universo foi criado ), recairíamos em um lugar praticamente ou totalmente desabitado pelo homem, geralmente com uma praia transparente. 

     A relatividade começa se você freqüenta apenas as praias do seu litoral populoso ou praias com certas sujeiras à vista, por exemplo as praias paranaenses, gaúchas, algumas paulistas … entre outras prejudicadas neste sentido, além da clareza da água … qualquer praia do litoral fluminense já vai lhe saltar aos olhos … é mesmo relativo. Se você freqüenta as praias fluminenses com freqüência, qualquer praia de Fernando de Noronha será o seu Paraíso. E se você já esteve em Noronha achando aquilo lá uma verdadeira maravilha ( e realmente é ), aconselho a ir às Maldivas ou à Polinésia, entre outros atóis pelo mundo, então saberá o que estou descrevendo … O seu conceito de Paraíso muda a cada novo lugar ( ” melhor ” ) que conheça.  Todos os exemplos citados são fruto de muitas viagens e de muita pesquisa e considerando a definição de estudos feitos por pesquisadores renomados, a quantidade e o tamanho de tubarões em um recife de coral por exemplo nos diz o quanto o ecossistema é saudável ou não.  Conheço muitas praias pelo mundo e quase todas brasileiras, estas, infelizmente, não há comparação com algumas no exterior … é covardia a comparação ! Portanto, o ” país continental tropical Brasil “, entre outros grandes países, já está um tanto longe de ser citado como paraíso terrestre ( seguindo as definições expostas ), principalmente devido ao aumento populacional, com exceções de algumas praias, ilhas e lugares pouco acessíveis que poderemos encontrar … ainda reconhecendo outras tantas praias bem estruturadas, boas ou mesmo legais, claro, devido ao gosto pessoal de muitos ( por isso cheias ). Mas isso não é suficiente para chamar qualquer canto de ParaísoMinha comparação é baseada na cor do mar e principalmente na tranqüilidade pela escassez humana. O seu Paraíso amplia à medida do seu conhecimento … ou é definido por aquilo que lhe interessa ou agrada. Por outro lado, o Brasil é o Paraíso para muitos estrangeiros ( e mesmo Brasileiros ) que aqui moram e outros que pretendem morar, mas daí envolvem facilidades e interesses pessoais, não se encaixando na definição que sigo.

     Excluindo alguns lugares frios que muitos adoram, com paisagens deslumbrantes, ” Paraíso “ é mesmo aquele lugar quente com aquelas palmeiras ou coqueiros perfeitos que se debruçam ao vento sobre um mar idílico azul ou verde chegando a confundir com o céu e a doer os olhos devido à claridade e reflexo solar.  Alguns lugares assim, tipo ” Jardim do Éden “ ( verdadeiros paraísos ), poderia lhes afirmar que seriam as Ilhas ou Arquipélago ou Atóis das Maldivas ou da Polinésia Francesa, algumas ilhas Australianas, Fernando de Noronha, Atol das Rocas e Abrolhos no Brasil, tantas ilhas Caribenhas, Micronésia ( Palau … ou Ilhas de corais da Malásia e das Filipinas  ) ou do Pacífico ( … Fiji, Tonga, Vanuatu, Ilhas Salomão, Kiribati … ) … ainda temos as Ilhas Gregas entre outras do mediterrâneo com suas lindas e típicas praias rochosas.  Esses são alguns exemplos turísticos pelo mundo acessíveis ao homem, mas mesmo próximo a eles existem pontos ( ou ilhas ) no planeta que são totalmente desconhecidas ou inacessíveis aos seres humanos comuns ( nós ), já que como turista sua visita não seria possível, apenas aos privilegiados pesquisadores com certas autorizações.      

     Presenciar, nadar ou mergulhar em águas cristalinas faz você pensar no que estamos fazendo com o mundo quando você retorna para a praia aí no seu litoral e vê um mar cinza ( alguns chegam a ser marrom mesmo ) sem vida nenhuma. Conhecer culturas, lugares, pessoas diferentes e ainda mais … talvez com a ousadia de nem falar o idioma, mas com a coragem mínima básica para saber que o universo é um só e que você faz parte dele, além da opção de livre arbítrio em querer se aventurar.

     O mundo é seu ! Essa é, principalmente para aqueles que acham que não é. Pois não é difícil encontrarmos lugares paradisíacos recheados de garrafas e sacos de plástico, tocos de cigarro ou uma latinha de alumínio, coisas que demoram muitos anos para se decompor … e são pessoas conscientes, cultas e educadas !? Afinal tiveram acesso até lá. Na realidade a coisa é bem mais dolorosa, pois isto é divulgado sempre … então aqui vai uma dica e um grande alerta : O mundo é seu, viaje … antes que ele acabe ! Vá à praia dos seus sonhos antes que ela acabe, pois o resto do mundo está aí acabando com ela. Infelizmente, alguns lugares chegam a ser nojentos de sujo, culpa do próprio ser humano, senhor do planeta, a raça superior ! Do jeito que estamos indo, o mundo está predestinado a acabar em lixo ! Entre a costa oeste dos Estados Unidos ( Califórina ) e o Hawaí, citado anteriormente entre os Paraísos terrestres ( que ironia ! ) existe uma região conhecida e apelidada  como ” o lixão do Pacífico “ ( ilha de Kamilo beach pertencente ao Hawaí ), um apelido que ninguém gostaria de ter, mas é lá que as correntes marítimas chamadas de Giro do Pacífico Norte estão acumulando toneladas de plástico e entulhos deixados pelo homem em várias partes do mundo ( Américas do Norte, Central e Sul e principalmente Koréia, China, Japão … ) Uma incoerência, pois é um lugar onde praticamente nenhum ser humano chega, apenas o lixo, uma mistura degradante que cria até anomalias em animais que se alimentam dos nossos restos indigeríveis.

     Todo oceano tem seu lixão, claro, senão para onde iria todo o lixo humano ? Nas próprias ilhas Maldivas, o Paraíso terrestre ameaçado de extinção e que está entre as Maravilhas da Natureza devido a sua beleza inquestionável e reconhecida mundialmente, também tem uma ilha escondida chamada Tilafushi, a ilha do arquipélago que ninguém quer visitar ( “ o lixão do Índico ” ). É um grande horror o que os humanos ( você ! Eu ! ) estamos fazendo sem perceber … ( ? ). O fato é que o resultado já está aparecendo em vários lugares pelo planeta. Só restará esperar qual mesmo será o fim disso tudo que vai acabar mesmo um dia, preservar é ( seria ou deveria ser ) nossa missão, porém como não há garantia eterna nem mesmo somos eternos, não deixe para amanhã o que pode fazer hoje, não mesmo !  Deveríamos ter no Brasil, em cada praia um fiscalização rígida ou uma taxa de cobrança para ter acesso, assim, talvez impediria as sujeiras inaceitáveis que vemos por aí. E isso não é um problema só brasileiro, mas algumas praias no exterior exigem uma taxa de entrada e são completamente limpas, por que será ? 

Somos insignificantes perante a natureza e só existimos enquanto ela permitir !

Marcelo Costa Kasprzak

www.omundoseuviaje.blogspot.com

omundoseuviaje@hotmail.com    

PRÓXIMA PUBLICAÇÃO 23/06/2010 > ILHAS MALDIVAS

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas dos blogs

Bebel Ritzmann

Bebel Ritzmann

Bebel Ritzmann

Atualidades

·

Professor de Direito analisa o instituto da jurisprudência à luz do novo Código de Processo Civil

Diogo Souza

Direto do Octógono

Diogo Souza

Notícias sobre o mundo da luta. Tudo sobre artes marciais, MMA, UFC e outros campeonatos e eventos.

·

Lutador do UFC relata momentos de terror em incêndio na Califórnia

Paula Weidlich

Mania Animal

Paula Weidlich

Dicas sobre o mundo PET e divulgação sobre feiras de adoção de cães e gatos

·

Jade sumiu e sua família pede ajuda para encontrá-la

Últimas Notícias

Mais comentadas