enkontra.com
Fechar busca

BLOGS

Michelli Duje

Divã da Tribuna

Michelli Duje

Aqui vamos conversar sobre comportamento, relacionamentos e os conflitos que as pessoas encontram em sua vida.

Saiba identificar pessoas negativas

  • Por Michelli
Em A Garota No Trem, a personagem de Emily Blunt se torna uma pessoa negativa devido ao desgaste emocional de um divórcio recente./Foto: Divulgação

É preciso saber diferenciar um dia ruim de um estado de humor pessimista. A “amargura” perdura, a pessoa se torna muito crítica, constantemente julgando o mundo e os outros negativamente.

Existe vários motivos que levam a pessoa ficar amargurada. Frequentemente é por não conseguir superar as suas frustrações e seus traumas. Também pode ser por estar insatisfeita com sua própria vida (amorosa, profissional, familiar ou social).

A pessoa negativa costuma ter a característica de:

*Acreditar que é vítima, responsabilizando os outros pelos seus problemas.

*Dizer que não teve oportunidades como as outras pessoas.

*Não conseguir ficar feliz pelo sucesso ou bem estar dos outros. Sente-se inferiorizada, derrotada ou ameaçada quando alguém conquista algo.

As suas mágoas, insatisfações e traumas contaminam os seus pensamentos e comportamentos, a sua forma de levar a vida. Normalmente as suas inseguranças e dores emocionais são projetadas para fora.

A pessoa deixa o ambiente “carregado”, pois ela alimenta a discórdia. O que ela fala se transforma em veneno para si e para os outros. Às vezes nem a própria pessoa e nem quem está ao seu redor percebem todo o mal causado por esse “azedume”.

Existem tipos de amargurados, entre eles:

*Tem situações que o veneno é colocado de forma sutil, contaminando a todos, ocorrendo vários desentendimentos entre as pessoas sem que percebam a real causa do conflito (a amargura de uma pessoa). Isso é muito comum em ambiente de trabalho e familiar. Aquele que provoca desavença costuma falar “pelas costas”, apontando pequenos detalhes dos outros como algo muito negativo .

*Passa a impressão que é “melhor que os outros”, mas no fundo se sente inseguro. Por isso precisa menosprezar e desqualificar as pessoas. Aponta os defeitos dos outros para não enxergar as suas próprias falhas ou os seus problemas. Muitas vezes se sente fracassado, e projeta os seus insucessos nos outros.

*E tem o ranzinza, inconveniente, que acaba afastando os outros. Esse costuma agredir verbalmente, falando coisas desagradáveis. Deixa o ambiente tenso, pois sempre tem algo ruim para lembrar ou dizer. Geralmente foca na vida dos outros porque não consegue cuidar de si mesmo ou mudar aquilo que o incomoda.

A falta de autoconhecimento e a dificuldade para lidar com as emoções pode deixar a pessoa vulnerável, sujeita a pensamentos negativos. Os pensamentos geram sentimentos, por esse motivo é fundamental refletir como tem conduzido o seu olhar para a vida:

*Será que sou alguém que olha pelo lado negativo? Desde quando isso acontece?

*Consigo perceber quando distorço as coisas?

*O que tem causado esse mal humor ou essa amargura em mim?

É necessário perceber a diferença entre um dia ruim e um estado de humor negativo. Aquele que constantemente focar naquilo que gera mal estar ou angustia, que supervaloriza as coisas ruins e minimiza as coisas boas precisa realizar acompanhamento com o psicólogo.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas dos blogs

Diogo Souza

Direto do Octógono

Diogo Souza

Notícias sobre o mundo da luta. Tudo sobre artes marciais, MMA, UFC e outros campeonatos e eventos.

·

Jon Jones pode pegar gancho pesado por cair no doping pela terceira vez

Colaborador

Artigos

Colaborador

A área de artigos da Tribuna do Paraná é feita por leitores que enviam seus textos pra nós. Gostaria de publicar aqui também? Entre em contato!

·

Os desafios da indústria da moda frente à nova geração de consumidores

Augusto Mafuz

Augusto Mafuz

Augusto Mafuz

Opiniões, crônicas e informações exclusivas sobre o mundo do futebol, em especial o Atlético Paranaense.

·

Uma faixa cara demais

Últimas Notícias

Mais comentadas